sexta-feira, 23 de junho de 2017

Prostatite aguda

Prostatite aguda causas sintomas diagnóstico tratamento prevenção riscos complicações
Quando a glândula da próstata é infetada com um germe (uma infecção bacteriana), a condição é conhecida como prostatite aguda. Os sintomas associados a esta condição incluem dor, principalmente na base do pênis e à volta do ânus. Normalmente, ao mesmo tempo ocorre uma infecção da bexiga. O tratamento inclui um curso de quatro semanas de medicação antibiótica.

O que é prostatite aguda

Prostatite significa inflamação da glândula da próstata. Prostatite pode ter um início súbito (agudo) ou persistente (crônico), mas esta também pode ser causada por infecção ou por uma causa não-infeciosa.
Prostatite aguda é um tipo de prostatite infecciosa, que é causada pela infecção da glândula da próstata com um germe (uma infecção bacteriana). Prostatite crônica pode ser devida a uma infecção a longo prazo ou a uma inflamação sem infecção. Prostatite crônica sem infecção é por vezes chamada de síndrome de dor pélvica crônica.

Causas de prostatite aguda

A causa habitual desta condição é uma infecção por germes (bactérias) que vivem normalmente no intestino. Algumas bactérias que vivem sem causar danos no intestino, podem aproximar-se da pele perto do ânus, quando passam as fezes. Nalgumas pessoas, em seguida, podem multiplicar-se. Algumas destas bactérias podem, em seguida, subir a uretra e causar infecção em qualquer parte do trato urinário, isto é, rins, bexiga, próstata ou uretra. Isto é chamado de infecção do trato urinário.
Uma infecção da próstata também pode ocorrer com ou sem outras partes do trato urinário infetadas. Algumas condições ou agrupamento de condições que causam bloqueio de urina aumentam o risco de uma infecção no trato urinário. Isto ocorre porque muitas vezes as bactérias prosperam e multiplicam-se rapidamente na urina.
Danos na próstata motivam uma maior probabilidade de contrair uma infecção, como por exemplo, após a cirurgia da próstata.
Um cateter passa para dentro da bexiga através da uretra, e por vezes, pode deixar as bactérias viajar para a próstata. Isto também pode acontecer depois de um instrumento telescópico ser passado através da uretra para a bexiga (como acontece durante a investigação da glândula da próstata e bexiga).
Por vezes, a próstata é infetada por uma bactéria presente na corrente sanguínea e que viajou de outras infecções no corpo.
Prostatite aguda não é considerada uma doença sexualmente transmissível, por isso, um parceiro sexual não estará em risco.

Sintomas da prostatite aguda

Associados a esta condição, os sintomas desenvolvem-se rapidamente, tipicamente ao longo de alguns dias. Geralmente, estes ocorrem ao mesmo tempo que uma infecção urinária. Deste modo, você também pode ter uma infecção da bexiga (cistite). Germes (bactérias) são encontrados na urina, se uma amostra de urina for tomada. Os sintomas incluem:
  • A dor na sua próstata, que pode ser grave. Você sente dor, principalmente na base do seu pênis, em torno do seu ânus, logo acima do osso púbico e/ou na parte inferior das costas. A dor pode espalhar-se para o seu pênis e testículos. A passagem da fezes pode ser dolorosa.
  • Os sintomas de uma infeção urinária, como por exemplo, dor quando você urina, urinar com frequência, um desejo urgente de urinar e por vezes sangue na urina. Algumas pessoas podem desenvolver problemas de modo que se tornam incapazes de urinar, e a urina acumula-se na bexiga (isto é chamado de retenção urinária).
  • Alta temperatura (febre). Dor e sensação de mal-estar.
  • Uma pequena quantidade de líquido espesso (descarga) pode sair do seu pênis, da sua uretra.

Diagnóstico para prostatite aguda

Normalmente, um teste de urina irá detetar germes (bactérias) se você tiver prostatite aguda. O seu médico deverá ser capaz de promover um teste rápido à sua urina. Isto pode mostrar se uma infecção está presente. Ele pode, em seguida, enviar uma amostra de urina para um laboratório, para ser testada de modo a confirmar a infecção.
Outros exames, como raios-X, ultra-sonografia ou tomografia computadorizada podem ser aconselhados. Estes servem para descartar qualquer problema com o seu trato urinário, que possa ter contribuído para a ocorrência da infecção.
Esta condição pode produzir sintomas semelhantes a uma infecção sexualmente transmissível. Por esta razão, se você estiver em risco de uma infecção sexualmente transmissível, o seu médico pode sugerir que você realize alguns testes de esfregaço ou de urina para excluir esta possibilidade. Apesar de tudo, prostatite aguda não é uma infecção sexualmente transmissível.

Tratamento para a prostatite aguda

Normalmente, recorre-se a um curso de antibióticos durante quatro semanas. Geralmente, os antibióticos são iniciados antes da confirmação dos resultados do teste de urina. O primeiro antibiótico pode ser alterado após o resultado do teste de urina. O exame de urina encontra exatamente o germe (bactéria) que está a causar a infecção, o que permite identificar o melhor antibiótico para tratá-la. Quatro semanas de antibióticos devem ser necessárias para reduzir a chance de uma pessoa desenvolver prostatite persistente (crônica). Se você estiver muito doente, poderá precisar de recorrer ao hospital para que os antibióticos sejam administrados através de uma veia.
Paracetamol ou ibrufeno para a dor e febre devem ser tomados regularmente, em vez de vez em quando. Analgésicos mais fortes são por vezes necessários.
Laxantes podem manter as suas fezes macias, se necessário. Estes podem ajudar a aliviar a dor, se você tiver fezes duras, que pressionam a sua próstata infetada.


Prognóstico para prostatite aguda

Geralmente, a prostatite aguda desaparece com um curso de antibióticos. No entanto, é importante fazer um curso completo para limpar a infecção completamente. Existe um risco de que uma infecção aguda possa tornar-se uma infecção persistente (crônica) se você não tomar o curso completo de antibióticos.
Raramente, para além de prostatite bacteriana crônica, outras complicações da prostatite aguda podem ocorrer. Mas estas podem incluir:
  • Um início súbito (agudo) de retenção urinária. Pode ser tão doloroso urinar, que a urina pode acumular-se na bexiga, causando dor de barriga (abdômen) e incapacidade de urinar. Para aliviar esta condição, torna-se necessário aplicar um cateter. Geralmente, este é inserido através de uma pequena incisão no abdômen, diretamente na bexiga, para drenar a urina. Geralmente, o cateter pode ser removido, uma vez que os antibióticos começam a trabalhar e a infecção da próstata se resolve.
  • Se os antibióticos não tratarem eficazmente a infecção da próstata, você pode (raramente) desenvolver um abscesso da glândula da próstata. O seu médico pode suspeitar desta condição se os seus sintomas não melhorarem apesar do tratamento com antibióticos. Mais testes serão necessários para confirmar um abscesso da próstata, como um ultrassom ou tomografia computadorizada da sua próstata. Se um abscesso estiver presente, uma operação será necessária para o drenar.
Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL