sexta-feira, 23 de junho de 2017

Doença de altura

Doença de altura causas sintomas diagnóstico tratamento prevenção riscos complicações
Doença de altura é uma condição comum que pode ocorrer quando você sobe até uma altitude elevada muito rapidamente.
A diminuição da pressão atmosférica torna a respiração difícil porque a pessoa não é capaz de tomar o máximo de oxigênio. A maioria dos casos que ocorrem são leves e associados a sintomas que podem incluir:
Em casos raros, este problema pode obrigar o fluido a acumular-se tanto nos pulmões como no cérebro. Estas são condições muito graves que requerem atenção médica imediata. 

Sintomas de doença de altura

Os sintomas dassociados a uma condição que se torna grave podem incluir:
  • Um som borbulhante no peito
  • Agravamento da falta de ar
  • Tosse com líquido espumoso
  • Falta de jeito e dificuldade para caminhar
  • Confusão levando à perda de consciência

Como reagir perante a doença de altura

Se você tiver sintomas leves associados a este tipo de problema, você não deve deslocar-se para locais com maior altitude por pelo menos 24 a 48 horas. Você pode continuar a subir se os sintomas melhorarem.
Se os sintomas piorarem ou não melhorarem após 24 a 48 horas, você deve descer pelo menos 500 m.
Grave doença de altura será considerada uma emergência médica. Pessoas com sintomas graves devem descer imediatamente para uma baixa altitude e procurar ajuda médica.

Prevenção da doença de altura

Aclimatação adequada para altitudes de cerca de 2.500 m (pouco mais de 8.200 pés) ou menos é a melhor forma de prevenir a doença de altura. Normalmente, o corpo demora alguns dias para que se acostume com a mudança de altitude.
Ascender lentamente vai dar ao seu corpo o tempo necessário para se adaptar à mudança de altitude. Por exemplo, uma vez que você se encontra acima de 3.000 m (10.000 pés) não tente aumentar a altitude em que você dorme por mais de 300 a 500 m numa noite. Manter-se hidratado também é importante, mas certifique-se de evitar bebidas que contenham álcool.


Quem pode ser afetado pela doença de altura

Esta doença é bastante comum entre aqueles que passam muito tempo em altas altitudes, como alpinistas e esquiadores.
Na sua forma mais branda, a doença pode ocorrer em alturas superiores a cerca de 2.500 m (8.000 pés) acima do nível do mar, que é uma altura comum para muitos resorts de esqui.
No entanto, os sintomas mais severos da doença de altura tendem a ocorrer em altitudes superiores a 3.600 m (cerca de 12.000 pés).
Não existem fatores específicos, tais como idade, género ou condição física que aumentem a probabilidade de uma pessoa contrair este problema de saúde. Certas pessoas são afetadas enquanto que outras se tornam menos suscetíveis. Só porque você não teve esta condição antes não significa que você não vai a possa vir a desenvolver numa próxima viagem.

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL