sexta-feira, 30 de junho de 2017

Artroscopia

Artroscopia para que serve como preparar como se faz riscos
Artroscopia ou cirurgia artroscópica refere-se a processos em que os cirurgiões operam as articulações através de pequenas incisões. Este procedimento contrasta com a única e grande incisão usada numa cirurgia aberta tradicional.
Usando uma artroscopia, os cirurgiões podem iluminar e ampliar a estrutura interna das articulações. Um artróscopio é um instrumento fino e tubular que contêm uma fonte de luz e lentes especializadas.
A cirurgia artroscópica utiliza pequenas incisões. Assim, a recuperação é geralmente menos dolorosa do que no caso de uma cirurgia tradicional.
Além disso, a cirurgia artroscópica apresenta algumas características, incluindo:
  • Motiva menos complicações
  • Requer menor tempo de internação (ou nenhuma permanência)
  • É mais barata
  • Permite uma recuperação mais rápida
A maioria dos procedimentos artroscópicos são feitos na articulação do joelho. Outras envolvem o ombro. A artroscopia também pode ser realizada no tornozelo, cotovelo, punho e quadril. Mas estes procedimentos são muito menos frequentes. E o sucesso é menos certo.

Para que se usa a artroscopia

O seu médico pode recomendar uma cirurgia artroscópica para um ou mais dos seguintes procedimentos:
  • Para remover pequenos pedaços de osso ou cartilagem que estejam a flutuar no espaço articular
  • Para reparar ou remover ligamentos rompidos
  • Para remover cartilagem danificada
  • Para remover forro de articulação inflamada (sinóvia)
  • Para voltar a colocar um fragmento de osso
  • Transplantar cartilagem (geralmente aos joelhos com lesão limitada da cartilagem)
  • Para drenar o líquido a partir de uma articulação infetada
  • Olhar diretamente para a articulação
  • Para tirar uma amostra de tecido comum, quando a causa dos sintomas do joelho não sejam claras

Preparação da artroscopia

Para se preparar para a cirurgia, o médico irá rever as suas alergias e a sua história médica e cirúrgica. O seu médico irá pedir uma lista de todos os medicamentos que está a tomar, incluindo medicamentos prescritos, medicamentos sem receita médica e remédios à base de plantas. Antes do procedimento, o médico pode providenciar que você se encontre com um fisioterapeuta. O terapeuta irá discutir o seu programa de cuidados e reabilitação pós-operatória. Antes da realização da artroscopia, o paciente não pode comer ou beber após a meia-noite do dia anterior à cirurgia. O paciente deve vestir roupas casuais quando se dirige para o hospital, devendo deixar as suas jóias em casa. Se você estiver a usar um qualquer equipamento ortopédico especial (muletas, estilingue, cinta, imobilizador de joelho), deve levá-lo para o hospital.

Como é realizada a artroscopia

A cirurgia artroscópica tem lugar numa sala de cirurgia hospitalar.
Quando você chega para a cirurgia, você vai tirar a roupa e colocar uma tunica do hospital. Um enfermeiro irá verificar o seu pulso, pressão arterial e temperatura. Uma linha intravenosa será colocada no seu braço. A linha intravenosa administra fluidos e medicamentos diretamente na veia.
Na sala de cirurgia, a pele sobre a articulação afetada vai ser cuidadosamente limpa. O seu corpo será posicionado para dar ao cirurgião o melhor acesso à articulação afetada. Por exemplo, para uma cirurgia no joelho, poderá ser necessário que o paciente se deite com o joelho levemente dobrado.
Você será administrado com anestesia para que o procedimento se torne confortável. A cirurgia artroscópica pode ser realizada sob anestesia local, regional ou geral. O tipo de anestesia depende de vários fatores. Estes incluem:
  • Qual a articulação a ser reparada
  • A gravidade do dano articular
  • O nível de dor antes da cirurgia
  • Outros problemas de saúde
  • A sua vontade de estar acordado durante a cirurgia
O cirurgião faz uma pequena incisão na sua articulação e insere o artroscópio. Duas incisões adicionais são feitas para um dispositivo de irrigação e instrumentos cirúrgicos. Nalguns casos, um torniquete será colocado perto da articulação afetada, para controlar o sangramento.
Um artroscópio utilizado para a cirurgia na articulação do joelho é aproximadamente da largura de um lápis. A incisão terá o tamanho de um pequeno botão. Para pequenas articulações, tais como o pulso ou tornozelo, será usado um artroscópio menor.
Geralmente, a artroscopia dura cerca de uma hora. Quando o cirurgião termina a reparação da articulação, ele fecha as incisões com pontos, mas nalguns casos pode cobrir as incisões com curativos estéreis. Em muitos casos, as suturas não são necessárias, porque as incisões são muito pequenas.
Após a realização da artroscopia, o paciente será levado para a sala de recuperação. Lá, a equipe médica irá monitorizar o seu estado. Dependendo do tipo de cirurgia artroscópica, você pode ser sujeito a um grande curativo, à colocação de um bloco de gelo ou cinta na articulação.
Depois de um curto período de tempo, o paciente deve sentir-se suficientemente estável para ser transferido para um quarto do hospital.
Se necessário, um fisioterapeuta irá visitá-lo no seu quarto. Ele pode ajudá-lo a ajustar-se a muletas ou a uma cinta.

Acompanhamento médico após a artroscopia

Nos dias seguintes à sua cirurgia, mantenha a área das suas incisões limpa e seca. Altere os seus pensos, conforme indicado pelo seu médico. Descanse a articulação, eleve-a e aplique compressas de gelo do modo que foi instruído. Siga o programa de reabilitação desenvolvido pelo seu médico e fisioterapeuta. O seu médico pode prescrever medicamentos para a dor, antibióticos ou outros tratamentos. Siga as indicações do seu médico de modo integral.
O seu médico irá dizer-lhe quando deve voltar para uma visita de acompanhamento ao consultório. Nesta visita, o médico remove todos os pontos e avalia a condição da sua articulação.
Visitas adicionais podem ser programadas, tendo por base o tipo específico de cirurgia e o seu progresso.


Riscos associados à artroscopia

As possíveis complicações da cirurgia artroscópica incluem:
  • Danos acidentais na cartilagem ou ligamentos dentro da articulação
  • Sangramento excessivo no interior da articulação
  • Danos acidentais nos nervos ou vasos sanguíneos perto da articulação
  • Inflamação e formação de coágulos sanguíneos no interior das veias, mais frequentemente na perna
  • Infecção na articulação
  • Rutura de um instrumento cirúrgico dentro da articulação
  • Reação alérgica ou outra reação a um anestésico

As complicações ocorrem em muito poucas cirurgias artroscópicas. Em geral, o risco de complicações associadas a uma artroscopia é muito menor do que os riscos associados a uma cirurgia aberta convencional.

Após a artroscopia, quando consultar o médico

Após a cirurgia artroscópica, consulte imediatamente o seu médico se:
  • A dor ou inchaço na articulação afetada aumentarem, especialmente se a articulação permanecer quente, macia e vermelha
  • Desenvolver uma febre
  • Verificar a drenagem de fluido a partir de um local da incisão, especialmente fluido sangrento, com mau cheiro ou descolorido
  • Observar que um ponto foi desfeito
  • Observar que a área perto de um ponto está vermelha
  • Desenvolver dormência ou formigueiro perto da articulação reparada
Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL