quinta-feira, 18 de maio de 2017

Dor ciática - Causas e tratamento de dor ciática

Dor ciática causas sintomas diagnóstico tratamento prevenção riscos complicações
Dor ciática é o nome dado a qualquer tipo de dor que seja provocada por irritação ou compressão do nervo ciático.
O nervo ciático é o maior nervo do corpo. Este nervo percorre desde a parte de trás da pélvis (através das suas nádegas) fazendo todo o percurso até às duas pernas, terminando nos pés.

Sintomas e sinais de dor ciática

Quando o nervo ciático é comprimido ou irritado, ele pode causar dor, dormência e uma sensação de formigamento que irradia da parte inferior das costas e que viaja para baixo percorrendo as pernas e chegando até aos pés e dedos dos pés.
A dor ciática pode variar de leve a muito dolorosa, e pode ser agravada por espirros, tosse, ou por se permanecer sentado por um longo período de tempo.
Algumas pessoas com este tipo de dor também podem sentir fraqueza muscular na perna afetada.
Pessoas com esta dor também podem sentir uma dor geral nas costas, mas a dor associada à ciática afeta geralmente as nádegas e as pernas muito mais do que as costas.

Causas de dor ciática

Na grande maioria dos casos, a dor é causada por uma hérnia ou "deslize" do disco. Isto ocorre, quando um dos discos que se situam entre os ossos da coluna (vértebras) fica danificado e pressiona os nervos.
As causas menos comuns incluem estenose espinhal (estreitamento das vias nervosas na coluna vertebral), uma lesão da coluna vertebral ou infecção, ou um crescimento dentro da coluna vertebral (como um tumor).
Você pode minimizar o risco de desenvolver uma hérnia de disco ou lesão nas costas que pode motivar a dor ciática, através da adoção de uma melhor postura e de técnicas adequadas no trabalho, bem como alongamento antes e após o exercício, assim como implementação de exercícios regulares.

Diagnóstico para dor ciática

A maior parte das pessoas verifica que a sua dor desaparece naturalmente dentro de algumas semanas, embora nalguns casos possa durar um ano ou mais. Você deve consultar o seu médico se os sintomas forem graves ou persistentes, ou se piorarem ao longo do tempo.
Geralmente, o seu médico será capaz de confirmar um diagnóstico de dor ciática com base nos seus sintomas, podendo recomendar tratamentos adequados. Se for necessário, ele pode encaminhá-lo a um especialista para uma investigação mais aprofundada.
Você deve procurar atendimento médico urgente se tiver perda de sensibilidade entre as pernas e ao redor das nádegas e/ou perda de controle da bexiga ou intestino. Embora sejam raros, estes sintomas podem ser um sinal de uma condição grave.

Tratamento para dor ciática

Muitos casos de dor irão resolver-se em cerca de seis semanas, sem a necessidade de tratamento.
No entanto, uma combinação de fatores que você pode conjugar em casa (como tomar analgésicos que não necessitam de prescrição médica, prática de exercícios e uso de compressas quentes ou frias) podem ajudar a reduzir os sintomas até que a condição melhore.
Em casos mais persistentes, você pode ser aconselhado a seguir um programa de exercícios estruturados sob a supervisão de um fisioterapeuta, para além de poder haver necessidade de recorrer a injecções de medicação anti-inflamatória e analgésica, e/ou tomar comprimidos de analgésicos mais fortes.
Em casos raros, pode ser necessária uma cirurgia para corrigir o problema na coluna vertebral.


Elevação e movimentação

Uma das maiores causas de lesão nas costas, especialmente no trabalho, é a elevação e a movimentação de objetos de modo incorreto. Aprenda a seguir o método correto para elevar e manipular objetos, já que este fator pode ajudar a prevenir a dor ciática:
  • Pense antes de levantar. Você pode gerenciar a elevação de objetos? Existem quaisquer ajudas de manipulação que você possa usar?
  • Comece numa boa posição. Os pés devem estar separados, com uma perna ligeiramente para a frente para manter o equilíbrio. Ao levantar, deixe as pernas tomar a tensão, dobre um pouco as costas, joelhos e quadris, mas não se incline ou agache.
  • Aperte os músculos do estômago. Não estique as pernas antes de levantar, e mantenha a sua postura ao levantar.
  • Mantenha a carga perto da sua cintura. Mantenha a carga o mais próximo do seu corpo por tanto tempo quanto possível, com a parte mais pesada mais próxima de você.
  • Evite torcer as suas costas ou inclinar-se para os lados, especialmente quando o seu percurso não for retilíneo. Os seus ombros devem ficar de nível e a frente deve ficar na mesma direcção dos seus quadris. Voltar-se ao mover os pés é melhor do que a elevação e a torção, ao mesmo tempo.
  • Mantenha a sua cabeça erguida  e mantenha o olhar para a frente, não para baixo, para a carga.
  • Conheça os seus limites. Não deve existir uma grande diferença entre o que você levanta e o que você pode levantar com segurança. Em caso de dúvida, peça ajuda.
  • Empurre, não puxe. Se você tiver de mover um objeto pesado no chão, é melhor empurrar ao invés de puxar.
  • Distribua o peso uniformemente. Se você estiver a carregar sacolas de compras ou bagagem, tente distribuir o peso uniformemente em ambos os lados do seu corpo.

Exercício

O exercício regular pode ajudar a reduzir o risco de desenvolver uma hérnia de disco, já que pode abrandar a deterioração dos discos relacionada com a idade. Ele também pode ajudar a manter os seus músculos de apoio das costas mais fortes e flexíveis.
Você deve aquecer e arrefecer adequadamente antes e depois de qualquer atividade de exercícios ou esportes. O aquecimento e arrefecimento devem incorporar exercícios de alongamento.

Prevenção de dor ciática

Nem sempre é possível evitar a dor ciática, mas existem várias metodologias que você pode implementar para ajudar a prevenir lesões nas costas que podem levar a dor ciática.
Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL