quarta-feira, 7 de junho de 2017

Criptorquidia - Causas e tratamento de criptorquidia

Criptorquidia causas sintomas diagnóstico tratamento prevenção riscos complicações
Um testículo retido, também chamado criptorquidia ou criptorquidismo, é um testículo que não se moveu para dentro do escroto. Criptorquidia bilateral ocorre quando a situação se repete nos dois testículos.
No início da gravidez, os testículos do bebê começam a desenvolver-se dentro do abdômen, influenciado por vários hormônios. Numa gestação de 32 a 36 semanas, os testículos começam a descer para o escroto. Em 30% dos bebês prematuros e em aproximadamente 3% das crianças do sexo masculino, estes podem ter um ou ambos os testículos que não completaram a sua descida no momento do nascimento. Na maioria destes casos, em seguida, eles irão descer de forma espontânea, durante os primeiros três a seis meses de vida. Aos 6 meses de idade, menos de 1% dos bebés ainda têm o problema. Qualquer um ou ambos os testículos podem ser afetados.
Um testículo retido aumenta o risco de infertilidade (não ser capaz de ter filhos), câncer testicular, hérnias e torção testicular (torção). Escroto vazio também pode causar estresse psicológico significativo quando o menino cresce. Por estas razões, o tratamento precoce é muito importante. Alguns meninos têm um testículo que desceu normalmente no nascimento, que, em seguida, parece mover-se de volta para dentro do abdômen quando eles têm entre os 4 e os 10 anos de idade. Esta condição é chamada de criptorquidia adquirida. Pensa-se que isto possa ocorrer quando, por razões desconhecidas, o cordão espermático ligado ao testículo não cresce tão rapidamente quanto o resto da criança.

Por vezes, uma situação temporária chamada de testículo retrátil é confundida com um testículo retido adquirido. Nesta condição, um testículo que desceu completamente para o escroto, ocasionalmente, retrai-se no abdômen. A retração é causada por um reflexo hiperativo no músculo cremastérico que puxa o testículo para fora do escroto. Meninos que permanecem ansiosos ou que são sujeitos a cócegas durante um exame testicular podem ter este reflexo hiperativo. Um testículo retrátil não aumenta o risco de infertilidade ou de câncer testicular, porque ele volta sempre ao escroto.


Sintomas de criptorquidia

Geralmente, apenas existe um sinal de que um menino tem um testículo retido. O escroto parece subdesenvolvido ou menor no lado afetado. Em casos raros, o testículo não descido pode ficar torcido (torção testicular), causando dor intensa na virilha. Se isso acontecer, procure um médico imediatamente.


Quando consultar um médico

Consulte um médico para uma análise aprofundada, se um ou ambos os testículos não puderem ser sentidos dentro do escroto. Procure ajuda médica imediatamente para a dor intensa na virilha.


Diagnóstico de criptorquidia

Durante o exame físico, o médico será capaz de verificar que um ou ambos os testículos estão ausentes do escroto. Na maioria dos casos, o médico pode sentir o testículo acima do escroto. Se o médico não conseguir encontrar e sentir o testículo, um especialista precisará de determinar a sua posição usando um procedimento chamado laparoscopia diagnóstica. Neste procedimento, uma câmara de vídeo especialmente concebida é inserida através de uma pequena incisão para olhar diretamente para uma área interior do corpo.

Tratamento para criptorquidia

Geralmente, criptorquidismo persistente é tratado entre os 6 meses e 2 anos de idade. A maioria dos casos pode ser corrigido com um procedimento cirúrgico chamado orquipexia, em que o cirurgião leva o testículo ao escroto através da abertura abdominal normal, e depois junta-o no lugar. Ocasionalmente, torna-se necessária uma cirurgia mais extensa.
Injecções de hormônio podem ser tentadas antes da cirurgia. As hormonas que são usadas estimulam os testículos para produzir quantidades mais elevadas de testosterona. Isto pode ajudar o testículo a descer para o escroto. Se o testículo estiver ausente ou necessitar de ser removido, porque é anormal, em seguida, próteses testiculares (implantes artificiais) podem ser consideradas mais tarde na vida.


Prognóstico para criptorquidia

A perspetiva é melhor se a condição for reconhecida e corrigida antes dos 2 anos de idade.
Orquipexia pode reduzir o risco de infertilidade, porque a produção de esperma normal requer a temperatura mais baixa encontrada no escroto. Após o tratamento, 50% a 65% das pessoas do sexo masculino com 2 testículos retidos são férteis, e 85% com um único testículo retido são férteis.
Embora a orquipexia não reduza o risco de câncer testicular, faz aumentar a probabilidade de deteção precoce.


Duração de criptorquidia

A maioria dos testículos que não desceram, descem para o escroto por conta própria durante os primeiros três a seis meses de vida. Se o testículo não descer no decorre dos seis a nove meses de idade, ele deverá ser avaliado por um especialista.

Prevenção de criptorquidia

Não existe nenhuma forma conhecida de evitar esta condição, porque a causa exata não é conhecida.

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL