sexta-feira, 14 de abril de 2017

Retrações intercostais - Causas, sintomas e tratamento

Retrações intecostais causas sintomas diagnóstico tratamento prevenção riscos complicações
Retrações intercostais ocorrem quando os músculos entre as costelas puxam para dentro. O movimento é mais frequentemente um sinal de que a pessoa tem um problema de respiração.
Esta situação é considerada uma emergência médica.
A parede do peito é flexível, o que ajuda a pessoa a respirar normalmente. O tecido chamado cartilagem agrega as costelas ao osso do peito (esterno).
Os músculos intercostais são os músculos entre as costelas. Normalmente, durante a respiração, estes músculos apertam e puxam a caixa torácica para cima, o peito expande-se e os pulmões enchem-se de ar.
As retrações intercostais são devidas à redução da pressão do ar dentro do peito. Isto pode acontecer se as vias aéreas superiores (traqueia) ou pequenas vias aéreas dos pulmões (bronquíolos) ficarem parcialmente bloqueadas. Como resultado, os músculos intercostais são sugados para dentro (entre as costelas) quando uma pessoa respira. Este é um sinal de obstrução das vias aéreas. Quaisquer doenças ou condições que causem um bloqueio na via aérea podem promover este problema.

Causas de Retrações intercostais

Causas que podem motivar esta condição podem incluir:
  • Asma
  • Bronquiolite
  • Garupa
  • Epiglotite
  • Corpo estranho na traquéia
  • Pneumonia
  • Síndrome do desconforto respiratório
  • Abscesso retrofaríngeo
Procure ajuda médica imediatamente se ocorrerem retrações intercostais. Estas podem ser um sinal de bloqueio ou obstrução das vias respiratórias, que podem tornar-se fatais.
Procure ainda assistência médica, se a pele, lábios ou unhas ficarem azuis, ou se a pessoa ficar confusa, sonolenta, ou difícil de acordar.

Tratamento para retrações intercostais

O primeiro passo no tratamento da condição será ajudar a pessoa afetada a respirar novamente. Podem ser administrados oxigênio ou medicamentos para aliviar qualquer inchaço que o paciente possa ter no seu sistema respiratório. Deixe o seu médico saber o máximo possível sobre a sua condição, como, quantas vezes ocorreram as retratações, se você tem estado doente, e se você tem quaisquer outros sintomas. Quando a respiração fica estável, o médico irá tratar a doença subjacente. Os métodos utilizados dependerão da condição que motiva as retrações intercostais.
Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL