sexta-feira, 7 de abril de 2017

Afrontamentos - Causas, sintomas e tratamento

Afrontamentos causas sintomas diagnóstico tratamento prevenção riscos complicações
Afrontamentos são o sintoma mais comum da menopausa, mas existem uma série de tratamentos médicos e técnicas de auto-ajuda que podem aliviar a sensação de calor.
Nem todas as mulheres experimentam afrontamentos durante a menopausa. Três em cada quatro mulheres na menopausa têm afrontamentos. Estes são caracterizados por uma repentina sensação de calor que parece vir do nada e se espalha através do corpo. Esta condição pode incluir sudorese, palpitações e vermelhidão (rubor), variando em gravidade de mulher para mulher.
Algumas mulheres só têm afrontamentos ocasionais, que realmente não as incomoda muito, enquanto outras relatam 20 ondas de calor por dia, que se tornam desconfortáveis, perturbadoras e embaraçosas.
Geralmente, os afrontamentos continuam por vários anos após ocorrência do último período menstrual,.mas eles podem continuar por muitos e muitos anos (mesmo em pessoas com 70 ou 80 anos). Provavelmente, os afrontamentos são causados por alterações hormonais que afetam o controle de temperatura do corpo.

Causas de afrontamentos

A maioria das mulheres que atravessam uma menopausa natural experimentará afrontamentos. Mas existem outras causas para esta condição, incluindo:
  • Tratamento do câncer da mama. Sete em cada dez mulheres que foram sujeitas a tratamento do câncer de mama têm afrontamentos, e estes tendem a ser mais graves e frequentes do que em mulheres que atravessam a menopausa natural. Isso ocorre porque a quimioterapia e comprimidos de tamoxifeno reduzem os níveis de estrogênio.
  • Tratamento do câncer de próstata. Os homens que têm de recorrer a tratamento de câncer de próstata também podem ter ondas de calor, por vezes durante anos. O tratamento hormonal provoca ondas de calor em homens, diminuindo a quantidade de testosterona no seu corpo.

Tratamento para afrontamentos

Muitas mulheres aprendem a viver com uma condição relacionada com a menopausa, mas se elas estiverem realmente incomodadas, e este facto interferir com a sua vida do dia-a-dia, devem conversar com o seu médico sobre tratamentos que possam ajudar.
O mais eficaz é a HRT, que geralmente livra as pessoas dos afrontamentos. Mas outros medicamentos têm sido mostrados como podendo ajudar, incluindo suplementos de vitamina E, alguns antidepressivos, e uma droga chamada gabapentina, que normalmente é usada para tratar convulsões.
Note-se que os médicos recomendam que você não deve tomar HRT, se teve um câncer dependente de hormonas, tais como o câncer da mama ou da próstata.
Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL