sexta-feira, 31 de março de 2017

Perda auditiva - Causas, sintomas e tratamento

Perda auditiva causas sintomas diagnóstico tratamento prevenção riscos complicações
A perda auditiva é um problema comum que muitas vezes se desenvolve com a idade, mas pode ser causada pela exposição repetida a ruídos altos.
Por exemplo, estima-se que existem mais de 10 milhões (cerca de 1 em cada 6) pessoas no Reino Unido com algum grau de deficiência auditiva ou surdez.
A perda auditiva pode ocorrer de repente, mas geralmente desenvolve-se gradualmente. Os sinais gerais de perda de audição podem incluir:
  • Dificuldade em ouvir outras pessoas de forma clara e entender mal o que elas dizem
  • Ouvir música ou ver televisão com o volume mais alto do que o desejável

Causas de perda auditiva

A perda da audição é o resultado dos sinais sonoros não chegarem ao cérebro. Existem dois tipos principais de perda de audição, dependendo de onde reside o problema:
  • Perda auditiva neurossensorial, que é causada por danos nas sensíveis células ciliadas dentro do ouvido interno ou por dano no nervo auditivo, que pode ocorrer de modo normal com o avançar da idade ou como resultado de uma lesão.
  • Perda auditiva condutiva, que ocorre quando os sons são incapazes de passar do seu ouvido interno para o ouvido externo, muitas vezes por causa de um bloqueio, como cera ou uma acumulação de fluido a partir de uma infecção no ouvido, ou por causa de um tímpano perfurado ou desordem dos ossos auditivos.
Também é possível ter ambos os tipos de perda de audição. Isto é conhecido como perda auditiva mista.
Algumas pessoas nascem com deficiência auditiva, mas a maioria dos casos desenvolve-se à medida que envelhecemos.

Diagnóstico para perda auditiva

Consulte o seu médico se você estiver com problemas na sua audição ou se o seu filho demonstrar sinais de dificuldade em ouvir. Se você perder a sua audição de repente, num ou ambos os ouvidos, você deve consultar o seu médico logo que possível.
O seu médico pode verificar se existe algum problema e pode encaminhá-lo para um fonoaudiólogo (especialista em audição) ou cirurgião, para mais testes.

Tratamento da perda auditiva

A forma como a perda de audição é tratada depende da causa e da sua gravidade.
Em casos de perda auditiva neurossensorial existem várias opções que podem ajudar a melhorar a capacidade de uma pessoa ouvir e comunicar. Estas incluem:
  • Aparelhos auditivos digitais
  • Os implantes do ouvido médio, que se tornam adequados para algumas pessoas que são incapazes de usar aparelhos auditivos
  • Implantes cocleares, para pessoas que consideram que os aparelhos auditivos não são suficientemente poderosos
  • Leitura labial e/ou linguagem gestual
A perda auditiva condutiva é por vezes temporária e pode ser tratada com medicação ou uma cirurgia menor, se for necessária. No entanto, uma cirurgia de maior dimensão pode ser necessária para reparar o tímpano ou ossos de audição. Se os aparelhos auditivos convencionais não funcionarem, também existem alguns dispositivos implantáveis para este tipo de perda de audição.

Como funciona a audição

As ondas sonoras entram no ouvido e fazem com que o tímpano vibre. Estas vibrações são passadas para os três pequenos ossos (ossículos) dentro do seu ouvido médio.
Os ossículos amplificam as vibrações e passam-nas para o seu ouvido interno, onde minúsculas células ciliadas dentro da cóclea, se movem em resposta às vibrações e enviam um sinal através de um nervo (chamado o nervo auditivo) até ao cérebro.

Prevenção para perda auditiva

Nem sempre é possível evitar a perda de audição, já que você pode ter uma condição subjacente que motiva a perda da audição.
No entanto, existem várias medidas que você pode promover para reduzir o risco de perda de audição, como evitar a exposição a ruído alto. Isto inclui ouvir a música ou televisão com um volume alto ou não usar protetores de ouvido em eventos de música alta ou em ambientes de trabalho ruidoso.
Você também deve consultar o seu médico se tiver sinais de uma infecção no ouvido, sintomas gripais, dor de ouvido grave, descarga ou perda de audição.


Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL