quarta-feira, 8 de março de 2017

Olho seco - Causas e tratamento de olho seco

Olho seco causas sintomas diagnóstico tratamento prevenção riscos
As lágrimas lubrificam o olho e não deixam que a superfície possa secar. Uma fina película de lágrimas é varrida sobre a superfície do olho cada vez que você pisca os olhos. A camada aquosa das lágrimas é coberta com uma camada ainda mais fina de lípidos (compostos gordos) que ajudam a preservar o filme lacrimal. Para manter o conforto visual e a saúde do olho, o filme lacrimal deve permanecer intato quando se pisca os olhos.
Uma pessoa que sofre de síndrome do olho seco não tem suficientes lágrimas para manter o olho confortável. Isto pode acontecer se ela não produzir lágrimas suficientes para manter a superfície do olho úmida, ou se, por algum motivo as lágrimas não ficarem sobre os olhos durante o tempo suficiente. Ao longo do tempo, a secura dos olhos pode danificar a superfície do globo ocular.
Os olhos secos podem afligir qualquer pessoa de qualquer idade, mas tornam-se mais comuns à medida que envelhecemos porque produzimos um volume menor de lágrimas. Alguns medicamentos podem desencadear olhos secos, assim como algumas condições gerais de saúde. Os olhos secos são particularmente comuns em mulheres na pós-menopausa e pessoas com artrite.
Pessoas com olhos secos, geralmente têm dificuldade em usar lentes de contato. Quem sofre deste problema também pode ter mais problemas em ambientes como escritórios ou supermercados com ar-condicionado.
Não existe cura para este problema, mas os seus sintomas associados à condição podem ser aliviados.

Sintomas de olho seco

Os sintomas da síndrome do olho seco incluem:
  • Ardor ou queimadura
  • Coceira (em particular nos cantos dos olhos)
  • Visão turva ocasional
  • Vermelhidão
  • Olhos cansados (a sensação de que você precisa de fechar os olhos)
  • Muco ao redor das pálpebras, especialmente ao acordar
  • Uma sensação de aspereza, ou a sensação de que existe algo estranho no olho (como uma pestana ou um grão de areia)

Causas de olho seco

Alguns dos fatores que causam ou contribuem para os olhos secos incluem:
  • Envelhecimento, uma vez que a produção de lágrimas diminui com a idade
  • Menopausa
  • Condições médicas, tais como a artrite
  • Medicação, incluindo contraceptivos orais, antidepressivos, anti-histamínicos, diuréticos e betabloqueadores
  • Condições climáticas, tais como ar seco e vento
  • Substâncias irritantes, como fumaça de cigarro, poeira ou exposição a substâncias químicas
  • Qualquer trauma para o olho (incluindo queimaduras)
  • Piscar frequentemente os olhos ou um piscar de olhos incompleto
  • Períodos prolongados de tempo na frente de uma tela de computador
  • Cirurgia a laser, cirurgia de catarata

Complicações da síndrome do olho seco não tratada

A produção adequada de lágrimas é vital para a saúde do olho. Complicações do olho seco não tratado podem incluir:
  • Desconforto ocular
  • Flutuações transitórias da visão
  • Danos na superfície frontal do olho (a córnea), que em casos extremos pode levar a cicatrizes permanentes

Diagnóstico do olho seco

Os olhos secos são diagnosticados com a realização de uma série de testes, que podem incluir:
  • Exame da superfície do olho com um microscópio especialmente concebido para o efeito.
  • Colocar uma gota de fluoresceína de sódio (um corante amarelo) nos olhos. O corante mistura-se com as lágrimas, o que permite a avaliação do filme lacrimal.
  • Tiras de papel de filtro colocados entre a pálpebra inferior e olho para medir a produção de lágrimas.

Tratamento para olho seco

Não existe cura para os olhos secos, mas a condição pode ser controlada com sucesso. O tratamento pode visar o aumento da produção de lágrimas, manter o volume do filme lacrimal ou impedir a perda excessiva de lágrimas.
Uma gama de opções podem ser utilizadas, incluindo:
  • Fazer um esforço consciente para piscar os olhos com mais frequência
  • Usar colírios, géis ou pomadas para lubrificar a superfície do olho (estes são por vezes chamados de "lágrimas artificiais")
  • Aumentar a umidade do ar em casa e no trabalho, colocando tigelas de água ao redor da sala para evaporar
  • Alguns medicamentos podem causar o problema. Consulte o seu médico sobre os efeitos colaterais da medicação que você toma
  • Tampões especiais podem ser inseridos nos canais lacrimais para evitar a perda excessiva de lágrimas
  • Em casos graves, pode ser considerada uma cirurgia.


Blefarite

Algumas pessoas com olhos secos sofrem de inflamação das pálpebras ou blefarite. Em pessoas suscetíveis, as bactérias que normalmente vivem sem causar danos na pele, podem causar uma infecção das margens das pálpebras. O resultado são crostas dos cílios/margens da pálpebra (especialmente ao acordar) e uma sensação de coceira. Se deixada sem tratamento, a blefarite pode estimular a inflamação, fazendo com que as pálpebras possam ficar vermelhas, inchadas e irritadas. Por vezes, a inflamação pode perturbar a produção normal de lágrimas, causando olho seco.
Embora blefarite de baixo grau seja frequentemente uma condição crônica, a maioria dos casos respondem bem a gestão adequada. Os tratamentos incluem:
  • Limpeza ao redor das margens da pálpebra com um cotonete ou um pano limpo e água com sabão muito suave
  • Gotas para os olhos (lágrimas artificiais)
  • Pomadas e comprimidos antibióticos

O que deve lembrar sobre o olho seco

A síndrome do olho seco é caracterizada por lágrimas insuficientes.
Os sintomas incluem irritação (a sensação de ter um corpo estranho no olho), olhos cansados, coceira e alguma flutuação da visão.
As opções de tratamento incluem colírios, géis ou pomadas, também conhecidos como lágrimas artificiais.

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL