segunda-feira, 13 de março de 2017

Doença de Crohn

Doença de Crohn causas sintomas diagnóstico tratamento prevenção riscos complicações
A doença de Crohn é uma doença inflamatória do intestino que provoca inflamação da mucosa do trato digestivo e que pode levar a dor abdominal, diarreia grave, fadiga, perda de peso e desnutrição. A inflamação causada pela doença pode envolver diferentes áreas do trato digestivo em diferentes pessoas.
Muitas vezes, a inflamação causada pela doença de Crohn espalha-se profundamente nas camadas de tecido do intestino afetado. A doença pode ser dolorosa e debilitante, e por vezes pode levar a complicações com risco de vida.
Enquanto não existir nenhuma cura conhecida para a doença, as terapias podem reduzir significativamente os sinais e sintomas e até mesmo levar a remissão a longo prazo. Com tratamento adequado, muitas pessoas são capazes de ter uma vida normal.


Sintomas de doença de Crohn


Nalgumas pessoas com esta doença, apenas o último segmento do intestino delgado é afetado. Noutras, a doença está confinada ao cólon (parte do intestino grosso). As áreas que são mais comumente afetadas pela doença incluem a última parte do intestino delgado e do cólon.

Os sinais e sintomas da doença podem variar de leves a graves e geralmente desenvolvem-se de forma gradual, mas por vezes, a doença pode surgir subitamente, sem aviso prévio. O paciente também pode ter períodos de tempo sem sinais ou sintomas da doença de Crohn (remissão).

Quando a doença se encontra ativa, os sinais e sintomas podem incluir:
  • Diarreia. A diarreia é um problema comum para as pessoas com a doença. A intensificação das cólicas intestinais também pode contribuir para fezes moles.
  • Febre e fadiga. Muitas pessoas com experiência da doença apresentam uma febre baixa, provavelmente devido a uma inflamação ou infecção. Você também pode sentir-se cansado.
  • Dor abdominal e cólicas. Inflamação e ulceração podem afetar o movimento normal de conteúdos através do aparelho digestivo, podendo levar a dor e cólicas. Você pode experimentar desde um leve desconforto até dor severa, incluindo náuseas e vômitos.
  • Sangue nas fezes. Você pode notar sangue vermelho brilhante no vaso sanitário ou sangue mais escuro misturado com as suas fezes. Você também pode ter sangramento que não se torna visível (sangue oculto).
  • Úlceras. Você pode ter úlceras na boca semelhantes a aftas.
  • Perda de apetite e perda de peso. A dor abdominal, cólicas e reação inflamatória na parede do intestino podem afetar tanto o seu apetite como a sua capacidade de digerir e absorver o alimento.
  • Doença perianal. Você pode ter dor ou drenagem perto ou ao redor do ânus, devido à inflamação de uma fístula.
As pessoas com doença grave também podem experimentar:

  • Inflamação da pele, olhos e articulações
  • Inflamação dos ductos biliares do fígado
  • Atraso no crescimento ou desenvolvimento sexual, em crianças


Causas de doença de Crohn


A causa exata da doença de Crohn é desconhecida. Anteriormente, suspeitava-se da dieta e estresse, mas hoje em dia, os médicos sabem que esses fatores podem agravar, mas não causam a doença. Provavelmente, um certo número de fatores, tais como a hereditariedade e um mau funcionamento do sistema imunológico desempenham um papel importante no seu desenvolvimento:
  • Sistema imunológico. É possível que um vírus ou bactéria possam provocar a doença. Quando o sistema imunitário tenta lutar contra o micro-organismo invasor, uma resposta imune anormal faz com que o sistema imune também ataque as células do trato digestivo.
  • Hereditariedade. A doença de Crohn é mais comum em pessoas que têm familiares com a doença, por isso, os genes podem desempenhar um papel na susceptibilidade de uma pessoa contrair a doença. No entanto, a maioria das pessoas com a doença não têm uma história familiar da doença.



Diagnóstico de doença de Crohn


Provavelmente, o seu médico somente irá diagnosticar a doença após exclusão de outras possíveis causas para os seus sinais e sintomas. Não existe um teste para diagnosticar esta doença.

O seu médico poderá utilizar uma combinação de endoscopia com biópsia e exames radiológicos para ajudar a confirmar um diagnóstico de doença de Crohn. O paciente poderá ser sujeito aos seguintes ensaios e procedimentos:
  • Exames de sangue. O seu médico pode sugerir exames de sangue para verificar anemia (uma condição na qual não existem glóbulos vermelhos suficientes para transportar oxigênio suficiente para os tecidos) ou para verificar se existem sinais de infecção.
  • Exame de sangue oculto nas fezes. Você pode precisar de fornecer uma amostra de fezes para que o seu médico possa testá-lo para sangue oculto nas fezes.
Os procedimentos a que o paciente será sujeito poderão incluir:
  • Colonoscopia. Este teste permite ao médico visualizar todo o cólon usando um tubo fino, flexível e iluminado com uma câmera acoplada. Durante o procedimento, o médico também pode recolher pequenas amostras de tecido (biópsia) para análise laboratorial, o que pode ajudar a confirmar o diagnóstico. Se estiverem presentes aglomerados de células inflamatórias chamados granulomas, estes podem ajudar a confirmar o diagnóstico de doença de Crohn.
  • Sigmoidoscopia flexível. Neste procedimento, o médico usa um fino e flexível tubo iluminado para examinar o cólon sigmóide, a última secção do cólon.
  • A tomografia computadorizada. Você pode ser sujeito a uma tomografia computadorizada (uma técnica de raios-X especial que fornece mais detalhes do que um raio-X padrão). Este teste examina todo o intestino, bem como os tecidos fora do intestino. Uma enterografia é uma varredura especial de tomografia computadorizada que proporciona melhores imagens do intestino delgado.
  • A ressonância magnética. Um scanner de ressonância magnética utiliza um campo magnético de ondas de campo e de rádio para criar imagens detalhadas de órgãos e tecidos. A ressonância magnética é particularmente útil para a avaliação de uma fístula em torno da região anal ou do intestino delgado.
  • Cápsula endoscópica. Para este teste, o paciente deve engolir uma cápsula que possui uma câmera. A câmera tira fotos, que serão transmitidas para um computador que você usa no seu cinto. As imagens serão então transferidas e apresentadas num monitor e verificadas para sinais de doença. A câmera sai do corpo sem dor através das fezes. Você ainda pode precisar de endoscopia com biópsia para confirmar o diagnóstico da doença.
  • Endoscopia de duplo balão. Este teste de aplicação mais longa é usado para analisar melhor o intestino delgado onde os endoscópios padrão não alcançam. Esta técnica é útil quando a cápsula endoscópica mostra anormalidades, mas o diagnóstico ainda fica em questão.
  • Imagiologia do intestino delgado. Este teste examina a parte do intestino delgado que não pode ser vista por colonoscopia. Depois de beber um líquido contendo bário, os médicos podem promovem raio-X, tomografia computadorizada ou ressonância magnética para criar imagens do intestino delgado.


Tratamento da doença de Crohn


Geralmente, o tratamento para a doença envolve a terapia de medicamentos ou em certos casos uma cirurgia. Atualmente não existe cura para a doença, e não existe um tratamento que funcione de modo igual para todos os casos. Os médicos usam uma de duas abordagens para o tratamento, nomeadamente "step-up", que começa com drogas leves, ou "top-down", que dá às pessoas drogas mais fortes no início do processo de tratamento.

O objetivo do tratamento médico é reduzir a inflamação que desencadeia os sinais e sintomas da doença, mas também servem para melhorar o prognóstico de longo prazo através da limitação de possíveis complicações. No melhor dos casos, isto pode permitir não só o alívio dos sintomas, como também a sua remissão a longo prazo.

O tratamento para a doença abrange uma grande variedade de medidas que podem compreender:
  • Anti-inflamatórios
  • Supressores do sistema imune
  • Antibióticos
  • Terapia nutricional
  • Cirurgia
  • Estilo de vida e remédios caseiros
  • Dieta
  • Outras medidas dietéticas
  • Outra medidas gerais
  • Medicina alternativa
  • Enfrentamento e suporte
Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL