sábado, 4 de fevereiro de 2017

Sangramento na pele

Sangramento na pele causas sintomas diagnóstico tratamento prevenção
Sangramento na pele pode ocorrer a partir de vasos sanguíneos danificados que formam pequenos pontos vermelhos (chamados petéquias). O sangue também pode recolher sob o tecido, nas áreas planas maiores (púrpura) ou numa grande área de ferida (equimose).

Além do hematoma comum, o sangramento que ocorre na pele ou nas mucosas é um sinal muito importante que deve ser sempre verificado por um prestador de cuidados de saúde.
Vermelhidão da pele (eritema) não deve ser confundido com sangramento. Áreas de sangramento sob a pele não se tornam mais pálidas quando você pressiona sobre a área, como acontece com a vermelhidão do eritema.

Causas de sangramento na pele

Muitas situações podem provocar o sangramento sob a pele. Estas incluem:
  • Lesão ou trauma
  • Reação alérgica
  • Doenças auto-imunes
  • Infecção viral ou doença que afeta a coagulação do sangue
  • Trombocitopenia
  • Tratamento médico, incluindo a radiação e quimioterapia
  • Medicamentos antiplaquetários tais como clopidogrel (Plavix)
  • Hematoma (equimose)
  • Nascimento (petéquias no recém-nascido)
  • Envelhecimento da pele (equimose)
  • Púrpura trombocitopênica idiopática (petéquias e púrpura)
  • Leucemia (púrpura e equimose)
  • Medicamentos. Anticoagulantes como a warfarina ou heparina (equimose), aspirina (equimose), e esteróides (equimose).
  • Septicemia (petéquias, púrpuras, equimoses)

Cuidados caseiros

Proteja a pele do envelhecimento. Evite traumas, como bater ou puxar áreas de pele. Para um sangramento devido a um corte ou raspagem da pele, use pressão direta para parar o sangramento.
Se você tiver uma reação a determinado medicamento, peça ao seu médico para o interromper. Caso contrário, siga a terapia prescrita para tratar a causa subjacente do problema.

Quando consultar o médico

Contate o seu médico se:
  • Verificar um sangramento súbito na pele, sem motivo aparente
  • Notar hematomas inexplicáveis, que não desaparecem

Diagnóstico para sangramento na pele

O seu médico irá examiná-lo e fazer perguntas sobre o sangramento, tais como:
  • Você teve recentemente alguma lesão ou acidente?
  • Você esteve doente ultimamente?
  • Você já esteve sujeito a terapia de radiação ou quimioterapia?
  • A que outros tratamentos médicos você já esteve sujeito?
  • Você toma aspirina mais do que uma vez por semana?
  • Você toma coumadin, heparina, ou outros "diluentes de sangue" (anticoagulantes)?
  • O sangramento ocorreu repetidamente?
  • Você sempre teve uma tendência para sangrar na pele?
  • Será que o sangramento começou na infância (por exemplo, com a circuncisão)?
  • Esta condição começou depois de alguma cirurgia ou quando você teve um dente arrancado?
Os seguintes testes de diagnóstico podem ser efetuados:
  • Testes de coagulação
  • Hemograma completo, com contagem de plaquetas e diferencial sanguíneo
  • Biópsia de medula óssea

Tratamento para sangramento na pele


Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL