quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Rinite - Causas e tratamento de rinite

Rinite causas sintomas diagnóstico tratamento viral aguda alérgica
Rinite é uma inflamação e inchaço da mucosa do nariz, caracterizada por um corrimento e congestão nasal, sendo geralmente causada por um resfriado comum.
Constipações e alergias são as causas mais comuns desta condição.
Os sintomas do problema incluem um corrimento nasal, espirros e congestão.
Normalmente, o diagnóstico baseia-se nos sintomas.
As várias formas de rinite são tratadas de diversas formas, podendo recorrer-se a antibióticos, anti-histamínicos, cirurgia, injecções de dessensibilização e através de evitar irritantes.
O nariz é a parte mais comumente infetada das vias aéreas superiores. A rinite pode ser aguda (de curta duração) ou crônica (de longa duração). Rinite aguda resulta frequentemente de infeções virais, mas também pode ser um resultado de alergias, bactérias ou outras causas.


Rinite crônica

Geralmente, esta condição é uma extensão de rinite causada por inflamação ou infecção viral. No entanto, raramente, pode ocorrer com certas doenças. Estas doenças incluem sífilis, tuberculose, rinoscleroma (uma doença da pele caracterizada por tecidos aplainados que aparecem pela primeira vez no nariz), rinosporidiose (uma infecção no nariz), leishmaniose, blastomicose, histoplasmose e hanseníase, a qual é caracterizada pela formação de lesões inflamadas (granulomas) e destruição de tecidos moles, cartilagem e osso. Tanto a baixa umidade, como as substâncias irritantes existentes no ar, também podem resultar em rinite crônica. Esta provoca obstrução nasal e, em casos graves, crostas, sangramento frequente e descarga cheia de pus fétido no nariz.


Tratamento

Descongestionantes podem aliviar os sintomas. Qualquer infecção subjacente exige uma cultura (exame de microrganismos cultivados a partir de uma amostra de muco para identificar a infecção com bactérias ou fungos) ou biópsia (remoção de uma amostra de tecido para identificação ao microscópio) e tratamento adequado.


Rinite atrófica

Esta condição é uma forma de rinite crônica, na qual a membrana mucosa endurece, fazendo com que as passagens nasais possam alargar (dilatar) e secar. Esta atrofia ocorre frequentemente em pessoas mais velhas. As pessoas que têm granulomatose com poliangeíte (anteriormente chamada de granulomatose de Wegener) também estão em risco. 


Causas

As células normalmente encontradas na membrana mucosa do nariz que secretam muco e têm projeções semelhantes a pelos (para mover as partículas de sujidade para fora) são substituídas por células, tais como as normalmente encontradas na pele. A doença pode ocorrer em indivíduos que tiveram uma quantidade significativa de estruturas intranasais e membranas mucosas removidas durante uma cirurgia do seio nasal. Uma infecção bacteriana prolongada da mucosa do nariz também pode ser um fator importante para rinite atrófica. 


Sintomas

Associada a esta condição, desenvolvem-se crostas no interior do nariz e um odor ofensivo. As pessoas podem ter recorrentes hemorragias nasais graves e podem perder o seu sentido de cheiro (anosmia).


Tratamento

O tratamento visa reduzir a formação de crostas, eliminar o odor e reduzir as infecções. Antibióticos, como a pomada bacitracina aplicada dentro do nariz, mata as bactérias. Estrógenos pulverizados no nariz ou tomado por via oral, e vitaminas A e D tomadas por via oral podem reduzir a formação de crostas, promovendo secreções mucosas.


Rinite vasomotora

Esta condição é uma forma de rinite crônica. Congestão nasal, espirros e coriza são sintomas alérgicos comuns e ocorrem quando as alergias não parecem estar presentes.


Causas

Nalgumas pessoas, o nariz reage fortemente a substâncias irritantes (tais como poeira e pólen), perfumes, poluição ou alimentos picantes. A desordem aparece e desaparece e torna-se agravada pelo ar seco.


Sintomas


A membrana mucosa inflamada varia de vermelho brilhante a roxo. Por vezes, as pessoas também têm ligeira inflamação dos seios nasais. Se a inflamação dos seios nasais não for grave, o tratamento visa aliviar os sintomas.

Tratamento

Evitar fumo e substâncias irritantes, e utilizar um sistema de aquecimento central ou umidificador vaporizador para aumentar a umidade, podem ser benéficos. Por vezes, os sprays nasais de corticosteroides também podem ajudar. Sprays nasais descongestionantes não devem ser usados. No entanto, descongestionantes tomados por via oral podem ser utilizados por alguns dias, nas situações em que os sintomas ficam piores.

Também poderá gostar de ler:

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL