segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Pé torto - Causas e tratamento de pé torto

Pé torto causas sintomas diagnóstico tratamento prevenção
Dá-se o nome de pé torto quando o pé se volta para dentro e para baixo. Esta é uma condição congênita, o que significa que está presente no nascimento.

Causas de pé torto

O pé torto é a doença congênita das pernas mais comum. Ela pode variar desde ligeira a grave, e de flexível a rígida.
A causa da condição é desconhecida, mas, em alguns casos, a doença pode ser transmitida através da família. Os fatores de risco incluem uma história familiar da doença e ser do sexo masculino. A condição ocorre em cerca de 1 em cada 1.000 nascidos vivos.

Sintomas de pé torto

A aparência física do pé pode variar. Um ou ambos os pés podem ser afetados.
O pé volta-se para dentro e para baixo no nascimento, tornando-se difícil de colocar na posição correta. O músculo da panturrilha e do pé podem ser um pouco menores do que o normal.

Diagnóstico do pé torto

O distúrbio é identificado durante um exame físico, mas poderá haver necessidade de recorrer a raios-X ao pé.

Tratamento para um pé torto

O tratamento pode envolver a colocação do pé na posição correta, utilizando um molde para mantê-lo de forma adequada. Este procedimento é muitas vezes realizado por um especialista ortopédico. O tratamento deve ser iniciado o mais cedo possível (de preferência, logo após o nascimento) quando é mais fácil moldar o pé.
Alongamento e recolocação suave serão implementados a cada semana para melhorar a posição do pé. Geralmente, são necessários entre cinco a dez moldes. Na última etapa, o pé ficará no lugar por 3 semanas. Depois do pé ficar na posição correta, a criança vai usar uma cinta especial durante cerca de 3 meses. Em seguida, a criança terá de usar a cinta durante a noite e durante os sonos, pelo período de cerca de 3 anos.
Muitas vezes o problema é um tendão de Aquiles apertado, mas existe um procedimento simples que pode liberá-lo.
Alguns casos graves de pé torto irão necessitar de cirurgia, se outros tratamentos mais conservadores não funcionarem, ou se o problema retornar. A criança deve ser monitorada por um prestador de cuidados de saúde até o pé crescer totalmente.


Prognóstico para pé torto

Normalmente, o resultado do tratamento é satisfatório.


Possíveis complicações associadas a pé torto

Alguns defeitos podem não ser completamente corrigidos. No entanto, o tratamento pode melhorar a aparência e a função do pé. O tratamento pode ser menos bem sucedido se o pé torto estiver ligado a outras desordens congênitas.
Se o seu filho estiver a ser tratado para um pé torto, consulte o seu médico se:
  • Os dedos dos pés incharem, sangrarem, ou alterarem de cor sob o molde
  • O molde estiver a causar dor significativa
  • Os dedos desaparecerem no molde
  • O molde deslizar para fora
  • O pé começar a virar-se novamente, após o tratamento
Também poderá gostar de ler:

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL