terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Pancreatite - Causas e tratamento de pancreatite

Pancreatite causas sintomas diagnóstico tratamento prevenção
A pancreatite é a inflamação do pâncreas. O pâncreas é uma glândula longa e plana que fica escondida atrás do estômago no abdômen superior. O pâncreas produz enzimas que auxiliam a digestão e produz hormônios que ajudam a regular a forma como o corpo processa o açúcar (glicose).
Pancreatite pode ocorrer como uma condição aguda (o que significa que aparece de repente e dura dias), mas também pode ocorrer como uma condição crônica, que ocorre ao longo de muitos anos.
Os casos leves de pancreatite podem desenvolver-se sem tratamento, mas os casos graves podem causar complicações com risco de vida.

Sintomas de pancreatite

Os sinais e sintomas da condição podem variar, dependendo do tipo de pancreatite que você experimenta.
Sinais e sintomas de uma condição aguda incluem:
  • Dor abdominal superior
  • Dor abdominal que irradia para as costas
  • Dor abdominal que se sente pior depois de comer
  • Náusea
  • Vômitos
  • Sensibilidade quando se toca no abdômen
Sinais e sintomas de pancreatite crônica incluem:
  • Dor abdominal superior
  • Perder peso sem esforço
  • Fezes oleosas e com mau cheiro (esteatorréia)

Causas de pancreatite

Pancreatite ocorre quando as enzimas digestivas produzidas no pâncreas ficam ativas, enquanto se encontram no interior do pâncreas, causando danos ao órgão.
Durante a digestão normal, as enzimas pancreáticas inativadas movem-se através de dutos no pâncreas e viajam para o intestino delgado, onde as enzimas são ativadas e ajudam na digestão. Na pancreatite, as enzimas ficam ativadas ainda no pâncreas. Isto faz com que as enzimas possam irritar as células do pâncreas, causando inflamação e sinais e sintomas associados com a condição.
Com repetidos ataques de pancreatite aguda podem ocorrer danos no pâncreas, o que pode levar a pancreatite crônica. O tecido cicatricial pode formar-se no pâncreas, causando a perda da função. O mau funcionamento do pâncreas pode causar problemas de digestão e diabetes.
Esta condição pode ter muitas causas
Um grande número de causas podem motivar a pancreatite aguda e crônica, incluindo:
  • Alcoolismo
  • Os cálculos biliares
  • Cirurgia abdominal
  • Certos medicamentos
  • O tabagismo
  • Fibrose cística
  • Colangiopancreatografia retrógrada endoscópica, quando usada para tratar cálculos biliares
  • História familiar de pancreatite
  • Os níveis de cálcio elevados no sangue (hipercalcemia), que podem ser causados por uma glândula paratireoide hiperativa (hiperparatireoidismo)
  • Os níveis de triglicerideos elevados no sangue (hipertrigliceridemia)
  • Infecção
  • Lesão no abdômen
  • Câncer de pâncreas


Diagnóstico de pancreatite

Testes e procedimentos utilizados para diagnosticar esta condição incluem:
  • Os exames de sangue para verificar os níveis elevados de enzimas pancreáticas
  • Exames de fezes em pancreatite crônica para medir os níveis de gordura que possam sugerir que o sistema digestivo não está a absorver nutrientes adequadamente
  • Tomografia computadorizada (TC) para procurar cálculos biliares e avaliar a extensão da inflamação do pâncreas
  • Ultra-sonografia abdominal para procurar cálculos biliares e inflamação no pâncreas
  • Ultrassonografia endoscópica para procurar inflamação e bloqueios no duto biliar ou ducto pancreático
  • Ressonância magnética (MRI) para procurar anormalidades na vesícula, pâncreas e dutos
O seu médico pode recomendar outros testes, dependendo da sua situação particular.

Tratamento para pancreatite

Geralmente, o tratamento para a pancreatite requer hospitalização. Uma vez que a sua condição é estabilizada no hospital e a inflamação no pâncreas é controlada, os médicos podem tratar a causa subjacente da condição.

Hospitalização para estabilização

Se você tiver pancreatite, o médico pode admiti-lo num hospital.
Os tratamentos iniciais que pretendem ajudar a controlar a inflamação no pâncreas e a torná-la mais confortável podem incluir:
  • Jejum. Você vai parar de comer por um par de dias no hospital, a fim de dar ao seu pâncreas a chance de se recuperar.
  • Uma vez que a inflamação no pâncreas seja controlada, você pode começar a beber líquidos claros e comer alimentos leves. Com o tempo, você pode voltar à sua dieta normal.
  • Se a sua pancreatite persistir e ainda sentir dor quando comer, o médico pode recomendar um tubo de alimentação para o ajudar a obter a nutrição.
  • Medicamentos para a dor. A condição pode causar dor severa. A equipe de saúde irá receitar-lhe medicamentos para ajudar a controlar a dor.
  • Líquidos administrados por via intravenosa. Como o seu corpo dedica energia e fluidos para reparar o seu pâncreas, você pode ficar desidratado. Por esta razão, você receberá líquidos extra, através de uma veia no seu braço, durante a sua permanência no hospital.
O tempo que você irá permanecer no hospital dependerá da sua situação. Algumas pessoas recuperam rapidamente e outras desenvolvem complicações que exigem uma internação mais longa.

Tratar a causa subjacente

Uma vez que a pancreatite fica sob controle, a equipe de cuidados de saúde pode tratar a causa subjacente do problema.
O tratamento dependerá da causa da pancreatite, mas exemplos de tratamento podem incluir:
  • Procedimentos para remover as obstruções das vias biliares. Uma condição que seja causada por um ducto biliar estreitado ou bloqueado pode exigir procedimentos para abrir ou alargar o canal biliar.
  • Um procedimento chamado colangiopancreatografia retrógrada endoscópica usa um tubo longo com uma câmera na extremidade, para examinar o pâncreas e vias biliares.
  • CPRE pode auxiliar no diagnóstico de problemas no ducto biliar e no decorrer da realização dos reparos.
  • Cirurgia da vesícula biliar. Se os cálculos biliares foram os causadores da pancreatite, o médico pode recomendar uma cirurgia para remover a vesícula biliar (colecistectomia).
  • Cirurgia do pâncreas. A cirurgia pode ser necessária para drenar o líquido do pâncreas ou para remover o tecido doente.
  • O tratamento para a dependência de álcool. Ingerir bebidas alcoólicas de modo excessivo pode causar pancreatite. Se esta for a causa do seu problema, o médico pode recomendar que você entre num programa de tratamento para a dependência de álcool. Continuar a beber pode piorar a sua pancreatite e levar a complicações graves.

Tratamentos adicionais para pancreatite crônica


Pancreatite crônica pode exigir tratamentos adicionais, dependendo da sua situação. Outros tratamentos para podem incluir:

  • O manejo da dor. Pancreatite crônica pode causar dor abdominal persistente. O médico pode recomendar medicamentos para controlar a sua dor e pode encaminhá-lo a um especialista em dor.
  • A dor severa pode ser aliviada com cirurgia, para bloquear nervos que enviam sinais de dor do pâncreas para o cérebro.
  • As enzimas para melhorar a digestão. Suplementos de enzimas pancreáticas podem ajudar o corpo a quebrar e processar os nutrientes nos alimentos que você come. Enzimas pancreáticas são tomadas em forma de comprimido com cada refeição.
  • Alterações na sua dieta. O médico pode encaminhá-lo a um nutricionista que pode ajudá-lo a planejar as refeições com baixo teor de gordura e que sejam ricas em nutrientes.


Medicina alternativa para pancreatite


Terapias alternativas não podem tratar pancreatite, mas algumas terapias alternativas podem ajudá-lo a lidar com a dor associada à pancreatite.
Pessoas com uma condição crônica podem sentir dor constante, que não é facilmente controlada com medicamentos. O uso de terapias complementares e medicina alternativa, juntamente com medicamentos prescritos pelo seu médico podem ajudá-lo a sentir-se no controle da sua dor.
Exemplos de terapias alternativas que podem ajudar a lidar com a dor incluem:
  • Meditação
  • Exercícios de relaxamento
  • Ioga

Também poderá gostar de ler:

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL