quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Olho roxo - Causas e tratamento de olho roxo

Olho roxo causas sintomas diagnóstico tratamento prevenção
Um olho roxo ou olho negro ocorre quando os fluidos se acumulam nos tecidos circundantes do olho após uma lesão perto do olho.

Tecnicamente falando, os olhos roxos são uma contusão ou descoloração causada pela ruptura de vasos sanguíneos sob a superfície da pele. Como outras contusões, normalmente, a mudança de cor do olho é acompanhada de inchaço.
Semelhante a hematomas noutras partes do corpo, normalmente, os olhos roxos são causados por trauma contundente, uma lesão não-penetrante causada por impacto. Mas podem existir outras causas.

O que é um olho roxo

O termo clínico para um olho roxo é hematoma periorbital. Embora mais difícil de pronunciar, este termo médico descreve com mais precisão a condição  de uma acumulação de sangue (hematoma), localizado nos tecidos ao redor (não no interior) do olho (periorbital).

Um hematoma periorbital pode afetar a área sob o olho, mas também pode cercar completamente o olho.
Qualquer força, trauma ou contusão sobre a cavidade ocular ou nas áreas em torno dela, podem danificar os vasos sanguíneos pequenos sob a pele e causar vazamento, levando ao desenvolvimento de um olho negro.
A origem e o significado do termo de gíria "olho roxo" para descrever um olho negro é desconhecida. Alguns dicionários dizem que o termo se originou por volta de 1904. Este termo poderá ter-se desenvolvido porque a pele que recobre um olho negro, por vezes, pode aparecer brilhante. Outra teoria é que, com um olho negro, por vezes, parece que uma pessoa tem aplicada uma mancha de "preto" usada para engraxar os sapatos ao redor do seu olho.
Porque a pele facial em torno da órbita do olho é relativamente fina e transparente, mesmo uma ligeira acumulação de sangue pode resultar numa descoloração muito perceptível. Além disso, uma vez que o tecido nesta área é relativamente frouxo, vazamento de líquido dos vasos sanguíneos acumula-se facilmente ao redor do olho, resultando num olho negro e inchado.

Causas de olho roxo

Os olhos negros são geralmente o resultado de um acidente,em que um objeto atinge a área em torno dos olhos. Estes acidentes ocorrem por inúmeras razões, desde a prática de esportes até, simplesmente andar em algo.
Outras causas comuns incluem uma cirurgia cosmética do olho, infecções dos seios nasais e cirurgia nasal.
Causas mais graves de olhos negros incluem celulite (uma infecção grave em torno dos olhos) e fratura de crânio, que tende a resultar em duas manchas, que por vezes são descritas como "olhos de guaxinim".
Uma condição grave que pode acompanhar um olho roxo é a hemorragia no interior da parte anterior do olho (entre o lado de trás da córnea e da frente da íris). Isto é chamado de hifema, tornando-se uma emergência médica, já que pode levar a um aumento da pressão ocular e perda de visão por glaucoma, se não for tratada.

Outra condição que muitas vezes acompanha um olho roxo é uma aparência vermelha brilhante com o "branco" do olho (esclera). Isto é chamado de hemorragia subconjuntival e (embora pareça muito assustador) geralmente não é grave, e normalmente resolve-se sem tratamento, dentro de algumas semanas.


Diagnóstico para olho roxo

Na maioria dos casos de olhos roxos, um médico irá realizar um exame físico e poderá formular perguntas sobre a lesão, assim como procurar por quaisquer lesões ou sintomas associados.
O médico iluminará os olhos do paciente para observar as pupilas e analisará dentro do próprio olho para constatar qualquer lesão, verificando ainda se existem corpos estranhos ou abrasões no olho. Ele poderá testar o movimento do olho do paciente (seguindo o dedo do médico com os olhos) e examinar os ossos faciais ao redor do olho.
Dependendo do que seja encontrado, o médico pode realizar testes adicionais. Uma radiografia ou uma tomografia computadorizada podem ser realizadas se o médico suspeitar de uma fratura nos ossos da face ou ao redor do olho (a órbita) ou se suspeitar de que algo se encontra dentro do olho.

Se houver qualquer preocupação especial, o médico pode encaminhar o paciente para um especialista, como um oftalmologista (um médico especializado em cuidados oculares e cirurgia), para acompanhamento.

Tratamento do olho roxo

Na maioria dos casos, os olhos roxos são como qualquer outro hematoma, não sendo um motivo de extrema preocupação.
No entanto, é sempre importante que um oftalmologista possa examinar os olhos antes de tentar tratá-los. Para avaliar a gravidade de um olho negro, procure os seguintes sintomas, e se algum deles estiver presente, procure imediatamente atendimento médico:
  • Sangue no interior do olho (hifema)
  • Fluxo de sangue nos ouvidos ou nariz
  • Tontura, desmaio ou perda de consciência
  • Alterações na visão, incluindo visão embaçada, visão dupla, perda de visão ou o aparecimento de flashes ou flutuadores
  • Vômitos
  • Incapacidade para mover o olho
  • Alterações comportamentais ou letargia
  • Dor forte
  • Hematomas em torno de ambos os olhos
  • Dor de cabeça persistente
  • Sinais de infecção, tais como o calor, vermelhidão, pus ou febre
  • Inchaço excessivo ou inchaço que não é atribuível a uma lesão
Para cuidar de olhos roxos de menor dimensão, aplique uma compressa fria, logo que possível, após a lesão. Um saco de ervilhas congeladas funciona melhor do que cubos de gelo, porque ajusta-se mais facilmente ao rosto. Outra opção é deixar uma colher de metal na geladeira, e, em seguida, aplicar suavemente a parte de trás da colher em diferentes partes da área machucada.

Nunca aplique carne crua (gelada ou fria) num olho roxo, uma vez que isso pode aumentar significativamente o risco de infecção.
As compressas frias podem ser aplicadas durante cerca de 15 a 20 minutos de cada vez e podem ser reaplicadas a cada hora. Isto irá ajudar à constrição dos vasos sanguíneos e a limitar a sua expansão.
Para diminuir a dor, podem usar-se analgésicos, tais como Tylenol (evite aspirina, já que pode fazer o seu olho parecer pior).
Para olhos roxos grave, o seu oftalmologista pode recomendar tratamentos adicionais.


Também poderá gostar de ler:

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL