terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Dor no ombro

Dor no ombro causas sintomas diagnóstico tratamento prevenção
A dor no ombro inclui qualquer dor que surge em torno do ombro ou no próprio ombro. A dor pode ter origem na própria articulação ou a partir de qualquer um dos muitos músculos, ligamentos ou tendões que o cercam. Geralmente, esta dor piora com atividades ou movimentos do braço ou ombro.
Certas doenças e condições que afetam estruturas no seu peito ou no abdômen, tais como doença cardíaca ou doença da vesícula biliar, também podem causar dor no seu ombro.


Sintomas associados a dor no ombro

A dor que ocorre o ombro varia em intensidade de leve a grave. Dependendo da causa de dor, sintomas adicionais podem incluir:
  • Sensações anormais (por exemplo, dormência, formigueiro, frieza)
  • Deformidade
  • Descoloração (nódoas negras)
  • Inchaço
  • Fraqueza
Nalguns casos, a dor que ocorre no ombro pode ser difícil de distinguir de dor no pescoço, podendo espalhar-se para o braço e mão. Este tipo de dor é muitas vezes associada a nervos comprimidos no pescoço (chamada radiculopatia cervical), mas também pode aparecer e desaparecer nalguns tipos de lesões no ombro (por exemplo, instabilidade, luxação/subluxação).

Causas de dor no ombro

Existem uma série de razões pelas quais uma pessoa pode ter uma dor no ombro, e estas incluem:
  • Postura pobre.
  • Ombro congelado, uma condição dolorosa que reduz o movimento normal da articulação e que por vezes pode impedir por completo o movimento do ombro.
  • Distúrbios do manguito rotador. O manguito rotador é um grupo de músculos e tendões que circundam a articulação do ombro e ajudam a mantê-lo estável.
  • Instabilidade do ombro. Quando o ombro se torna instável e pode ter uma invulgar (grande) amplitude de movimento (hipermobilidade).
  • Distúrbios na articulação acromioclavicular. Condições incluindo osteoartrite que afeta a articulação acromioclavicular (que é a articulação da parte superior do ombro).
  • Osteoartrite nas articulações dos ombros.
  • Fratura de osso, como uma fratura do úmero (osso do braço) ou clavícula.
Nalguns casos, a dor não é causada por um problema na articulação do ombro, mas por um problema noutra área, tais como no pescoço, que é sentida como dor no ombro e parte superior das costas.
Outras possíveis causas de dor no ombro incluem:
  • Necrose avascular
  • Lesão do plexo braquial
  • Braço quebrado
  • Bursite
  • Radiculopatia cervical
  • Ombro deslocado
  • Ataque cardíaco
  • Choque
  • Entorses e distensões
  • Polimialgia reumática
  • Artrite reumatóide
  • Ombro separado
  • Artrite séptica
  • Tendinite
  • Ruptura do tendão
  • Síndrome do desfiladeiro torácico
  • Cartilagem rasgada


Quando consultar um médico

Você deve consultar o seu médico se a dor no ombro for o resultado de uma lesão particularmente ruim ou se não existir nenhum sinal de melhoria após um par de semanas.
A dor no ombro pode ser um problema a longo prazo. Quase metade das pessoas ainda têm sintomas após 18 meses. Um diagnóstico correto irá garantir que você receba o tratamento correto. A dor no ombro que é acompanhada por dificuldade em respirar ou uma sensação de aperto no peito podem ser sintomas de um ataque cardíaco e requerem atenção médica imediata.
Peça a alguém para levá-lo para atendimento de urgência, se a sua dor no ombro for causada por uma lesão e for acompanhada por:
  • Uma articulação que aparece deformada
  • Incapacidade de usar a articulação ou mover o seu braço para longe do corpo
  • Dor intensa
  • Inchaço súbito
Solicite uma consulta com o seu médico se a dor no ombro for acompanhada por:
  • Inchaço
  • Vermelhidão
  • Sensibilidade e calor ao redor da articulação

Diagnóstico de dor no ombro

Para diagnosticar a dor que ocorre no ombro, o médico deverá elaborar uma história médica e realizar um exame físico. Nalguns casos, alguns testes de diagnóstico devem de ser realizados. O histórico médico inclui informações sobre o aparecimento da dor e informações pessoais (por exemplo, lesões anteriores, condições médicas) do paciente e histórico familiar, especialmente em relação às condições que podem ser herdadas (por exemplo a artrite). Durante o exame físico, o médico localiza a área exata da dor e determina se existe alguma instabilidade no ombro ou uma gama limitada de movimento.
Os testes de diagnóstico que podem ser realizados incluem raios-x e outros exames de imagem (por exemplo, ultra-som ou ressonância magnética). Raios-X padrão podem ser usados para diagnosticar fraturas, anomalias ósseas, artrite e separações do ombro.
Nalguns casos, uma solução de contraste que aparece no raio-x é injetada na articulação do ombro antes dos raios-x ou ressonância magnética serem tomados. Este teste pode ser utilizado para detetar alguns problemas estruturais nos tecidos moles (por exemplo, músculos, tendões).
Ultra-sonografia e ressonância magnética são muitas vezes usados para ajudar a diagnosticar problemas no ombro. Estes testes são especialmente úteis para a avaliação de lesões nos ligamentos, músculos e tendões dos ombros. O ultra-som usa ondas sonoras de alta frequência e um computador para criar imagens de estruturas dentro do corpo, sendo que, a ressonância magnética utiliza energia eletromagnética para criar imagens multi-dimensionais (3D)  altamente detalhadas. Estes testes podem fornecer informações valiosas e precisas sobre as estruturas nos ombros.
Outros exames que podem ser realizados incluem exames de sangue (por exemplo, hemograma completo e taxa de sedimentação de eritrócitos) e aspiração comuns (ou seja, a remoção de fluido da articulação sinovial do ombro, usado para diagnosticar algumas formas de artrite).

Tratamento de dor no ombro

Existem procedimentos que você mesmo pode implementar para tratar a dor que ocorre no ombro, incluindo o uso de analgésicos, como o ibuprofeno, ou compressas de gelo para reduzir a inflamação e aliviar a dor. Evitar atividades que podem agravar os sintomas também irá ajudar.
Dependendo da causa da sua dor, você pode precisar de mais tratamento, tais como:
  • Fisioterapia
  • Injecções de corticosteroides, um tipo de medicamento que contém hormônios
  • Cirurgia (nalguns casos)
Na maioria dos casos, distúrbios do ombro melhoram ao longo do tempo, se os conselhos de tratamento forem seguidos.


Prevenção de dor no ombro

A dor no ombro não pode ser evitada em todos os casos. Para ajudar a prevenir a condição, evite o uso excessivo dos ombros e tenha cuidado ao participar em atividades que colocam pressão sobre as articulações do ombro (por exemplo, movimentos aéreos repetitivos). Mecânica corporal e postura adequada, aquecimento e alongamento implementados de modo correto antes do exercício também podem ajudar. Solicite a um prestador de cuidados de saúde qualificado esclarecimentos sobre a forma como deve iniciar um programa de exercícios para ajudar a fortalecer os músculos do ombro.

Também poderá gostar de ler:

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL