quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Bruxismo - Causas e tratamento de bruxismo

Bruxismo causas sintomas diagnóstico tratamento prevenção
Bruxismo é uma condição na qual uma pessoa moe, range ou aperta os dentes. Se você tiver esta condição, você pode apertar os dentes inconscientemente durante o dia, ou apertar ou triturar os dentes durante a noite (bruxismo do sono).
Bruxismo do sono é considerado um distúrbio relacionado com o sono. As pessoas que apertam ou rangem os dentes durante o sono são mais propensas a ter outros distúrbios do sono, como ronco e pausas na respiração (apneia do sono).
Bruxismo leve pode não necessitar de tratamento. No entanto, nalgumas pessoas, a condição pode ser suficientemente frequente e grave para levar a distúrbios da mandíbula, dores de cabeça, dentes danificados e outros problemas.
Porque você pode ter bruxismo do sono e não estar ciente de que pode desenvolver complicações, é importante conhecer os sinais e sintomas da condição e saber como deve procurar atendimento odontológico regular.

Sintomas de bruxismo

Sinais e sintomas deste problema podem incluir:
  • Ranger ou apertar de dentes, o que pode motivar sons suficientes durante a noite para despertar o seu parceiro do sono.
  • Dentes que ficam achatados, fraturados, quebrados ou soltos.
  • Esmalte dos dentes desgastado, expondo camadas mais profundas do dente.
  • O aumento da sensibilidade dentária.
  • Dor na mandíbula ou na face.
  • Músculos da mandíbula cansados ou apertados.
  • Dor que se sente como uma dor de ouvido, mas que realmente não é um problema com o seu ouvido.
  • Dor de cabeça maçante.
  • Danos devido ao mascar sobre o interior da bochecha.
  • Recuos na língua

Causas de bruxismo

Os médicos não entendem completamente o que causa o bruxismo. Possíveis causas físicas ou psicológicas podem incluir:
  • Emoções, como ansiedade, estresse, raiva, frustração ou tensão
  • Agressividade ou hiperatividade, em termos de personalidade
  • Desalinhamento anormal dos dentes superiores e inferiores (má oclusão)
  • Outros problemas do sono, como apneia do sono
  • Resposta a dor devido a uma dor de ouvido ou dentição (em crianças)
  • Refluxo de ácido do estômago para o esôfago
  • Um efeito colateral raro de alguns medicamentos psiquiátricos, tais como fenotiazinas ou certos antidepressivos
  • Estratégia de enfrentamento ou hábito de concentração
  • Complicação de um distúrbio tal como a doença de Huntington ou doença de Parkinson


Diagnóstico para bruxismo

Durante exames dentários regulares, provavelmente, o seu dentista irá verificar se existem sinais de bruxismo. Se você tiver quaisquer sinais, o seu dentista irá procurar por mudanças nos seus dentes e na sua boca ao longo das próximas consultas, para verificar se o processo é progressivo e para determinar se você precisa de tratamento.
Se o seu dentista suspeitar que você tem bruxismo, ele irá tentar determinar a sua causa, fazendo perguntas sobre a sua saúde dentária geral, medicamentos que está a tomar, rotinas diárias e hábitos de sono.
Para avaliar a extensão da condição, o seu dentista pode verificar:
  • A sensibilidade nos seus músculos da mandíbula.
  • Anormalidades dentárias óbvias, como dentes quebrados ou ausentes ou desalinhamento grave dos dentes.
  • Danos nos dentes, no osso subjacente e no interior das suas bochechas, geralmente com a ajuda de raios-X.
  • Um exame dentário pode detetar outras doenças que podem causar dor semelhante na mandíbula ou ouvido, como distúrbios na articulação temporomandibular, outros problemas dentários ou uma infeção no ouvido.
  • O seu dentista pode suspeitar que existe uma componente psicológica significativa para o seu ranger de dentes ou um distúrbio relacionado ao sono, pelo que você poderá ser encaminhado a um terapeuta, conselheiro ou especialista do sono. Um especialista do sono pode necessitar de mais testes, como a avaliação de apneia do sono e monitoramento através vídeo e medição da frequência com que os seus músculos da mandíbula apertam enquanto você dorme.

Tratamento para bruxismo

Em muitos casos, o tratamento não se torna necessário. Muitas crianças superam o bruxismo sem tratamento e muitos adultos não rangem ou apertam os dentes de modo suficiente para virem a necessitar de terapia. No entanto, se o problema for grave, as opções de tratamento podem incluir certas abordagens, terapias e medicamentos. Fale com o seu médico sobre o que pode funcionar melhor no seu caso em concreto.

Abordagens odontológicas

Se você ou o seu filho tiverem bruxismo, o médico pode sugerir formas de preservar ou melhorar os seus dentes. Apesar destes métodos puderem prevenir ou corrigir o desgaste dos dentes, eles não podem parar o bruxismo:
  • Talas e protetores bucais. Estes são projetados para manter os dentes separados, para evitar os danos causados pelo rangido. Estes podem ser construídos em acrílico rígido ou materiais macios, devendo encaixar sobre os dentes superiores ou inferiores.
  • Correção dentária. Corrigir os dentes que não estão devidamente alinhados pode ajudar se a sua condição estiver relacionada com problemas dentários. Em casos graves (quando o desgaste do dente leva a sensibilidade ou incapacidade de mastigar corretamente), o seu dentista pode precisar de remodelar as superfícies de mastigação dos dentes ou usar coroas. Em certos casos, o dentista pode recomendar cirurgia oral.

Medicamentos

Em geral, os medicamentos não são muito eficazes para o tratamento do bruxismo, e são necessárias mais pesquisas para determinar a sua eficácia. Exemplos de medicamentos que podem ser utilizados para tratar a condição incluem:
  • Relaxantes musculares. Nalguns casos, o médico pode sugerir um relaxante muscular antes de deitar, por um curto período de tempo.
  • Injecções de botox. As injecções de Botox podem ajudar algumas pessoas com bruxismo grave que não respondem a outros tratamentos.
Se você desenvolver bruxismo como um efeito colateral de um medicamento, o seu médico poderá alterar a sua medicação ou prescrever um medicamento diferente.

Também poderá gostar de ler:

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL