quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Inchaço abdominal: Causas, sintomas e tratamento

Inchaço Abdominal causas remédios consultar médico tratamento
Inchaço abdominal é uma condição em que o paciente sente que o abdômen se encontra apertado ou cheio, dando a sensação de que o abdômen está inchado.

Causas de inchaço abdominal

As causas mais comuns para um abdômen cheio  incluem:
  • Constipação
  • Engolir ar
  • Ganho de peso
  • Refluxo gastroesofágico (DRGE)
  • Intolerância à lactose e problemas de digestão associados a alguns alimentos
  • Síndrome do intestino irritável
  • Crescimento excessivo de bactérias no intestino delgado
  • Alimentos que contenham sorbitol, lactulose ou sorbitol
Existem alguns distúrbios que podem motivar um abdômen cheio, e estes incluem:
  • Doença celíaca
  • Cancro do ovário
  • Síndrome de Dumping
  • Tumores e ascite
  • Problemas associados ao pâncreas que motivam a produção insuficiente de enzimas digestivos (insuficiência pancreática)

Distúrbios que podem causar inchaço no abdômen


Condições mais graves que podem causar inchaço abdominal incluem ascite, um acúmulo de líquido entre o forro e os órgãos abdominais, geralmente causado por doenças como a insuficiência cardíaca congestiva ou cirrose do fígado; doença celíaca (espru), uma intolerância a glúten; câncer do ovário; giardíase, uma infecção por parasita intestinal; diverticulose ou diverticulite, bolsas na parede do trato digestivo; e obstrução intestinal.


Em caso de inchaço abdominal, quando se deve preocupar

Normalmente, inchaço temporário no abdômen é muito comum e não deve motivar grande preocupação. No entanto, se a condição persistir numa base regular, ou se os problemas associados ao banheiro forem uma batalha constante, podem haver condições médicas mais graves que estejam a causar o desconforto, pelo que, você deve consultar o seu médico. Nalguns casos, existe uma obstrução física no estômago ou no intestino delgado, e se for diagnosticada pelo seu médico, pode haver necessidade de ser corrigida cirurgicamente. Muitas pessoas já sabem que os alimentos indutores de gás podem causar gases, mas o que a maioria das pessoas não suspeita é que uma doença crônica subjacente ou câncer também podem ser a causa de inchaço abdominal.
Consulte o seu médico se tiver:
  • Dor abdominal
  • Azia que parece piorar
  • Perda de peso
  • Vômitos
  • Sangue nas fezes ou fezes escuras que parecem conter alcatrão
  • Diarreia


Tratamento para inchaço abdominal


Inchaço abdominal pode ser controlado através de mudanças nos seus hábitos alimentares como evitar engolir muito ar, o que pode ocorrer durante o processo de mascar, beber bebidas carbonatadas, fumar, usar uma palha, ou comer de modo muito rápido. Os alimentos que causam gases incluem repolho, legumes, cebolas, alcachofras, cogumelos, nabos, algumas frutas, como pêras, maçãs e pêssegos, grãos integrais, suco, bebidas de xarope de milho de alta frutose, comidas gordurosas e doces. Evitar leite e produtos lácteos pode ajudar a determinar se você é intolerante a lactose. Eliminar o glúten da sua dieta também pode ajudar a determinar se você tem doença celíaca. Alguns medicamentos que não necessitam de prescrição médica podem reduzir o gás, o pode ajudar a diminuir o inchaço.
Procure um medicamento contendo alfa-D-galactosidase. Este tem uma enzima que quebra os açúcares não digeríveis em vegetais e feijões.

Os comprimidos ou cápsulas que contêm simeticona também podem ajudar a aliviar os sintomas de inchaço no abdômen superior. Se você for fumador, o inchaço pode ser uma boa razão para deixar de fumar, porque o tabaco tem sido associado a azia, inchaço e outros problemas digestivos. Felizmente, apesar do inchaço no abdômen ser muito comum, a maior parte das pessoas pode encontrar um remédio na farmácia. Outras medidas, tais como uma mudança na dieta, a frequência e os tempos entre as refeições e uma mudança nos seus hábitos são tudo o que você precisa de fazer para evitar o inchaço abdominal.


Remédios caseiros para inchaço abdominal

Existem algumas medidas que podem ser tomadas para melhorar o inchaço no abdômen, e estas incluem:
  • Parar de fumar
  • Não comer demasiado depressa
  • Evitar alimentos que possam produzir gases, como couve de Bruxelas, repolho e nabos
  • Evitar as gomas, bebidas carbonatadas ou alimentos com alto teor de sorbitol ou frutose
  • Tratar a constipação intestinal, se for o caso. Por vezes, os suplementos de fibras podem piorar a situação, como por exemplo os alimentos de 100% de farelo
Poderá recorrer-se à utilização de medicamentos, como simeticona ou outros que se possam comprar na farmácia para ajudar a diminuir os gases. Deve-se prestar atenção aos alimentos que possam estar a desencadear o inchaço no abdômen, para que estes possam ser evitados. Estes alimentos podem incluir:
  • Leite ou produtos lácteos que contenham lactose
  • Alguns hidrocarbonatos que contenham frutose


Prevenção de inchaço abdominal


De modo a prevenir o inchaço no abdômen, considere:

  • Evitar fumar.
  • Deixar de mascar gomas e beber refrigerantes. Evite alimentos com altos níveis de frutose ou sorbitol.
  • Tente evitar alimentos que podem causar flatulência, como nabos, feijão, couve de Bruxelas, repolho e lentilhas.
  • Evite leite e outros produtos lácteos que contenham lactose.
  • Evite alguns hidrocarbonatos que contenham frutose.
  • Não coma demasiado depressa.
  • Normalmente, inchaço no abdômen não é uma condição séria, mas não deve ser ignorada. Se o inchaço não desaparecer, você deve consultar o seu médico.

Também poderá gostar de ler:

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL