sábado, 14 de janeiro de 2017

Fissura anal: Causas, sintomas e tratamento

Fissura anal causas sintomas diagnóstico tratamento prevenção
Uma fissura anal é uma pequena divisão ou rasgo na mucosa que reveste o reto inferior (ânus).

Causas de fissura anal

As fissuras anais são muito comuns em lactentes jovens, mas podem ocorrer em qualquer idade. A taxa de fissuras anais cai com a idade. Nos adultos, as fissuras podem ser causadas pela passagem de fezes duras, grandes, ou por diarreias que persistem por um longo tempo. Outros fatores podem incluir:
  • Diminuição do fluxo sanguíneo para a área, em adultos mais velhos
  • Muita tensão nos músculos do esfíncter, que controlam o ânus
As fissuras anais também são comuns em mulheres após o parto e em pessoas com doença de Crohn.

Sintomas associados a fissura anal

As fissuras anais podem causar evacuações dolorosas e hemorragias. Pode haver sangue no lado de fora das fezes ou no papel higiénico (ou fraldas de bebé), após um movimento intestinal.
Os sintomas podem começar repentinamente ou desenvolver-se lentamente ao longo do tempo.
Outros sintomas podem incluir:
  • Uma fenda na pele que pode ser visualizada
  • Prisão de ventre


Diagnóstico

Se possível, o seu médico irá realizar um exame retal digital, que envolve a inserção de um dedo com luva no seu canal anal, ou usar um tubo iluminado para inspecionar o seu canal anal. No entanto, se isso for muito doloroso para você, o seu médico pode ser capaz de diagnosticar uma fissura anal apenas pela observação.
Uma fissura anal aguda parece com um rasgo fresco, um pouco como um corte de papel. Uma fissura anal crônica pode aparecer como dois pedaços separados ou marcas de pele, uma interna e outra externa.
A localização da fissura anal oferece pistas sobre a sua causa. Uma fissura que ocorre no lado da abertura anal, em vez de na parte de trás ou da frente, é mais provável que seja um sinal de outra desordem, tal como doença de Crohn. O  seu médico pode recomendar testes adicionais se ele pensar que você tem uma condição subjacente. Estes testes podem incluir:
  • Sigmoidoscopia flexível. O seu médico irá inserir um tubo fino e flexível com uma pequena cânera de vídeo na parte inferior do seu cólon. Este teste pode ser feito se você tiver menos de 50 anos e não tiver fatores de risco para doenças intestinais ou câncer de cólon.
  • Colonoscopia. O seu médico irá inserir um tubo flexível no seu reto para inspecionar todo o cólon. Este teste pode ser feito, se você tiver mais de 50 anos de idade ou se tiver fatores de risco para o câncer do cólon, sinais de outras condições, ou outros sintomas como dor abdominal ou diarreia.

Tratamento de fissura anal

A maioria das fissuras anais curam por conta própria e não precisam de tratamento.
Para prevenir ou tratar uma fissura anal em crianças, certifique-se de trocar as fraldas frequentemente e limpar a área com cuidado.
Preocupar-se com a dor que pode ocorrer durante a evacuação, pode motivar a tentativa de uma pessoa a evitar. Mas evitar as evacuações só fará com que as fezes se tornem ainda mais difíceis, o que pode provocar uma fissura anal pior.
Pode-se evitar as fezes duras através da implementação de mudanças na dieta, através da ingestão de mais fibras, frutas, verduras e grãos. Deverá ainda aumentar-se a ingestão de fluidos ou usar laxantes. A aplicação de algumas pomadas ou cremes na área podem acalmar a pele: Um banho de assento é um banho de água quente que pode ser usado para aliviar as dores. Você deve sentar-se no banho de duas a três vezes por dia. A água deve cobrir apenas os quadris e nádegas.
Se a fissura anal não desaparecer com métodos caseiros, o tratamento pode envolver:
  • As injeções de Botox no músculo do ânus (esfíncter anal)
  • Uma pequena cirurgia para relaxar o músculo anal
  • Aplicação de cremes sobre a fissura para ajudar a relaxar os músculos.

Também poderá gostar de ler:

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL