segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Dor nas costas ou dor que se sente nas costas

Dor nas costas causas sintomas diagnóstico tratamento prevenção
Dor nas costas pode ser um sintoma de muitas doenças e de diferentes condições. A principal causa da condição pode ser um problema com as próprias costas mas também pode ser um sintoma associado a um problema de outra parte do corpo. 

Causas

Em muitos casos, os médicos não podem encontrar uma causa para a dor. Quando uma causa é encontrada, as explicações comuns incluem:
  • Estresse ou lesão que envolve os músculos das costas, incluindo entorse ou distensão, sobrecarga crônica de músculos das costas causada pela obesidade e sobrecarga de curto prazo nos músculos das costas (causada por qualquer estresse incomum, como a gravidez).
  • Doença ou lesão que envolva os ossos que se encontram na área (vértebras), incluindo fratura devido a um acidente, ou que surge como resultado da osteoporose, uma doença que enfraquece os ossos.
  • Artrite degenerativa, um processo de "desgaste" que pode estar relacionado com a idade, lesões e predisposição genética.
  • Doença ou lesão que envolve os nervos espinhais, incluindo lesão do nervo causada por um disco saliente (uma almofada fibrosa entre as vértebras) ou estenose espinhal (um estreitamento do canal espinhal).
  • Pedras nos rins ou uma infecção nos rins (pielonefrite)
Causas mais raras incluem:

  • A artrite inflamatória, incluindo espondilite anquilosante e condições relacionadas.
  • Um tumor espinhal ou um câncer que se espalhou (metástase) para a coluna (de outras partes do corpo).
  • Infecção, que pode permanecer no espaço do disco, nos ossos (osteomielite), abdômen, pélvis ou corrente sanguínea.



Sintomas

Os sintomas de dor nas costas é muito variável. Alguns sintomas podem sugerir que a dor tem uma causa mais séria. Estes incluem febre, trauma recente, perda de peso, uma história de câncer e sintomas neurológicos, tais como dormência, fraqueza ou incontinência (perda involuntária de urina). Geralmente, a condição é acompanhada de outros sintomas que podem ajudar a apontar para a sua causa, como por exemplo:
  • Entorse ou uma tensão
  • Músculos nas costas, nádegas e coxas que ficam muitas vezes doloridos e rígidos, sendo que, a parte traseira pode ter áreas que ficam feridas quando tocadas ou pressionadas
  • Fibromialgia
  • Artrite degenerativa da coluna vertebral
  • Artrite inflamatória, incluindo espondilite anquilosante e condições relacionadas
  • Osteoporose
  • Câncer nos ossos da coluna vertebral ou estruturas vizinhas
  • Saliência do disco
  • Estenose espinhal
  • Pielonefrite

Quando consultar um médico

Consulte o seu médico sempre que:
  • Sentir dores que impossibilitem a realização das suas atividades diárias normais
  • As dores surgirem depois de um trauma significativo
  • Uma dor leve nas costas piorar após alguns dias ou persistir por mais de uma semana ou duas
  • A dor for acompanhada de perda de peso, febre, calafrios ou sintomas urinários
  • Você desenvolver fraqueza súbita, dormência ou formigamento numa perna
  • Você desenvolver dormência na virilha ou no reto ou se tiver dificuldade em controlar a função da bexiga ou intestino
  • Você já teve um câncer anteriormente e desenvolver uma dor persistente nas costas.

Diagnóstico

O seu médico irá formular perguntar sobre os seus sintomas e histórico médico. Ele irá examinar os músculos das costas e coluna vertebral e irá verificar a dor, sensibilidade ou fraqueza muscular, rigidez, dormência ou reflexos anormais. Por exemplo, se você tiver um problema no disco, você pode ter dor na região lombar (quando o médico levanta a perna para a endireitar).

Tratamento

A maioria dos episódios de dor nas costas não são graves e podem ser tratados com:
  • Repouso (não mais de dois dias)
  • Acetaminofeno (Tylenol e outros) para a dor ou anti-inflamatórios orais, tais como aspirina, ibuprofeno (Advil, Motrin e outros) ou naproxeno (Aleve, Naprosyn), para a dor e a inflamação
  • Relaxantes musculares ou analgésicos de prescrição médica, se necessário, por um curto período
  • Compressas quentes ou frias
Pessoas com dores nas costas são encorajadas a voltar às suas atividades normais gradualmente, e a evitar temporariamente trabalho pesado ou prolongado, evitando ainda flexão ou torção subitas.
Se estiver a recuperar do seu problema, o médico pode pedir-lhe para ligar ou retornar ao seu escritório para uma visita de acompanhamento, em cerca de duas semanas, para confirmar se os seus sintomas desapareceram e com que segurança você pode retomar todas as suas atividades normais .
Se a sua dor estiver relacionada a distúrbios mais graves das vértebras ou nervos espinhais, ou se não melhorar ao longo de algumas semanas, você pode ser encaminhado para um especialista, como um especialista em dor, um cirurgião ortopédico (um médico especializado em doenças dos ossos), neurologista (um médico especializado em doenças dos nervos e do cérebro) ou um reumatologista (um especialista em artrite).

Prevenção

Existem formas de prevenir ou diminuir o risco de contrair dor nas costas, nomeadamente, por meio do fortalecimento das costas com exercícios e evitando atividades que levem a lesão nas costas. Medidas que podem ajudar a prevenir dores nas costas incluem:
  • Manter uma boa postura.
  • Dormir de lado ou de costas, com um travesseiro sob os joelhos, se puder.
  • Exercitar-se regularmente, mas com alongamento antes e depois.
  • Praticar abdominais para fortalecer os músculos abdominais, que suportam a sua parte inferior das costas. Além disso, caminhar ou nadar regularmente para fortalecer a sua parte inferior das costas.
  • Levantar sempre os objetos a partir de uma posição de cócoras, usando os quadris e as pernas para fazer o trabalho pesado. Deve ainda, evitar levantar, torcer e fletir, ao mesmo tempo.
  • Evitar permanecer sentado ou em pé por longos períodos de tempo.
  • Usar sapatos adequados.


Também poderá gostar de ler:

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL