terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Constipação: Causas, sintomas e tratamento

Constipação intestinal causas sintomas tratamento
A constipação, também conhecida como obstipação, prisão de ventre ou constipação intestinal é uma mudança nos movimentos normais do intestino, que resulta na diminuição da frequência de evacuação, com apresentação de fezes secas e duras quando se defeca. A obstipação pode ser aguda (aparecer de repente, mas com pouca frequência) ou crônica (de longa duração). A maioria das pessoas tem obstipação ao longo da sua vida. Muitas vezes, as mudanças na dieta podem aliviar o problema. No entanto, a obstipação também pode ser um sinal de doença (algumas pessoas com a síndrome do intestino irritável experimentam obstipação alternando com diarreia).

Evacuações normais variam de pessoa para pessoa. Algumas pessoas evacuam todos os dias, ou até 3 vezes ao dia, outras podem ir ao banheiro apenas 3 vezes por semana. Algumas pessoas saudáveis podem ter fezes moles ou quase escorrendo, enquanto outras têm fezes sólidas, mas sem problemas para passá-las.

Sinais e sintomas de constipação

Diz-se que ocorre uma obstipação intestinal quando:
  • Existem menos de 3 evacuações por semana
  • Existe diminuição súbita no número de evacuações
  • Ocorrem fezes mais duras do que o habitual
  • Quando ainda se sente cheio depois da evacuação
  • Se tem a sensação de inchaço
  • Provoca esforço durante as evacuações

Muitas vezes, a constipação pode ser tratada com remédios que não necessitam de prescrição médica..

Causas de constipação

A prisão de ventre é mais frequentemente causada por uma dieta pobre em fibras, falta de exercício, desidratação, ou demora em ir ao banheiro quando a pessoa tem o desejo de defecar. O estresse e as viagens também podem contribuir para a condição ou para outras alterações nos hábitos intestinais. Outras vezes, as doenças do intestino (como a síndrome do intestino irritável), gravidez, certas condições médicas (como uma disfunção da tireoide ou fibrose cística), problemas de saúde mental (como depressão), doenças neurológicas, distúrbios metabólicos ou medicamentos, podem ser a razão da a sua obstipação. Causas mais graves, como câncer de cólon, não são comuns.
Mais mulheres do que homens procuram ajuda para a condição, sugerindo que um desequilíbrio hormonal pode desempenhar um papel importante neste problema.
Entre os medicamentos que podem causar a obstipação incluem-se:
  • Alguns medicamentos para a dor
  • Hidrocodone (Vicodin, Lortab)
  • Hidromorfona (Dilaudid)
  • Meperidine (Demerol)
  • Oxicodone (Percocet, Oxycontin)
  • Anticonvulsivantes
  • Fenitoína (Dilantin)
  • O ácido valpróico (Depakote)
  • Antiácidos
  • Gaviscon
  • Maalox
  • Milanta
  • Tums
  • Os antidepressivos tricíclicos
  • Amitriptilina (Elavil)
  • Doxepin (Sinequan)
  • Imipramina (Tofranil)
  • Os anti-histamínicos
  • Difenidramina (Benadryl)
  • Cetirizina (Zyrtec)
  • Analgésicos
  • Acetaminofeno
  • Aspirina
  • Fármacos não-esteroides anti-inflamatórios
Obstipação em crianças ocorre muitas vezes devido a não promoverem evacuações quando não estão prontas para o treinamento, ou têm medo dele.

Diagnóstico de constipação

O seu médico irá realizar um exame físico que pode incluir um exame retal, e um exame pélvico, se você for uma mulher. O médico irá verificar a sua medicação para se certificar de que ela não estão a causar a sua constipação e pode executar vários testes para diagnosticar qualquer doença subjacente. Os seguintes testes podem ajudar a diagnosticar a causa do problema:
  • Exames de sangue
  • Estudos de fezes
  • Raios-X do abdômen
  • Série GI superior (verifica o esôfago, estômago e parte superior do intestino delgado)
  • Enema de bário (verificar o cólon)
  • Proctosigmoidoscopia (um exame do intestino inferior), ou, dependendo dos sintomas, uma colonoscopia (um exame de todo o cólon a partir do interior)

Tratamento para a constipação

A maioria dos casos suaves de constipação aguda podem ser tratados com laxantes. No entanto, estes medicamentos só são projetados para uso a curto prazo. Muitas vezes é possível prevenir ou tratar uma obstipação crônica com uma combinação de mudanças na sua dieta (como comer mais fibras), beber mais água, e manter exercício regular. O médico pode falar com você sobre os seus hábitos intestinais. Por exemplo, se você atrasar consistentemente a ida ao banheiro quando sente o desejo de defecar, você pode piorar a condição. O seu médico pode pedir-lhe para usar um laxante ou sugerir um agente formador de massa, tais como psyllium, farelo, ou metilcelulose. Além disso, determinadas ervas podem ajudar a promover a atividade do intestino. Use ervas laxantes com cautela, porque, como medicamento, elas podem tornar-se menos eficazes se você usá-las constantemente.
Estudos apoiam o uso de biofeedback para a constipação obstrutiva. Um estudo descobriu que a esta corrigida em 79% dos pacientes que receberam biofeedback em comparação com apenas 4% daqueles que receberam tratamento placebo.


Mudanças de estilo de vida

Obter fibra suficiente através da sua dieta (20 a 35 g por dia) ajuda a prevenir a constipação. Legumes, frutas frescas (frutas especialmente secas) e grãos integrais, incluindo o trigo e farelo, cereais ou aveia, são excelentes fontes de fibras. Para colher os benefícios da fibra, você deve beber muitos líquidos (especialmente água). Se adicionar mais fibras à sua dieta terá mais gases ou distensão abdominal, pelo que deve tentar adicionar fibras gradualmente.
O exercício regular também ajuda a manter bons movimentos intestinais. Mesmo que alguém esteja numa cadeira de rodas ou numa cama, pode mudar de posição frequentemente e realizar exercícios de contração abdominal e perna levantada. Um fisioterapeuta pode recomendar um programa de exercícios que seja adequado para cada caso.
Outras dicas incluem:
  • Tirar um tempo para comer, respirar lenta e profundamente, e mastigar bem os alimentos.
  • Cortar na quantidade de açúcar ingerida e nos alimentos ricos em gordura.
  • Beber muito líquido.
  • Tentar um suplemento de fibras, tais como Metamucil ou Citrucel. Certifique-se de beber muita água, ou estes suplementos poderão piorar a obstipação.

Prevenção da constipação

Evitar uma obstipação é mais fácil do que tratá-la, mas envolve as mesmas medidas de estilo de vida:
  • Coma muita fibra.
  • Beba muitos líquidos a cada dia (pelo menos 8 copos de água por dia).
  • Exercite-se regularmente.
  • Vá ao banheiro quando você tem o desejo. Não espere.
  • O seu médico pode sugerir outras alternativas.

Também poderá gostar de ler:

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL