sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Bursite - Causas e tratamento de bursite

Bursite causas sintomas diagnóstico tratamento
Bursas estão localizadas fora da própria articulação. Uma vez que os tendões e bursas estão localizados perto de articulações, a inflamação nestes tecidos moles pode ser confundida com artrite. No entanto, a artrite é a inflamação dentro das articulações, enquanto que bursite é a inflamação fora das articulações.

Bursite é a inflamação da bursa. Está é uma condição comum que muitas vezes acontece quando uma articulação é usada de modo exagerado, como quando se lança uma bola de beisebol ou se pinta uma parede. Mais raramente, a inflamação da bursa pode ser provocada por gota ou uma infecção, sendo mais comum em pessoas que apresentam um peso corporal acima do recomendado, idosos ou diabéticos, embora também se possa desenvolver em pessoas mais jovens ou pessoas saudáveis, sem que exista uma razão clara para a sua ocorrência.
A condição pode afetar cotovelos, ombros, quadris, joelhos e o tendão de Aquiles.


Tipos de Bursite

Bursite pode ser aguda (desenvolver-se de repente) ou crônica (de longa duração). A condição pode ser classificada de acordo com a parte do corpo afetada, ou de acordo com a causa (por exemplo, bursite séptica, que é causada por infecção).
Os tipos comuns de bursite incluem:
  • Bursite do tendão de Aquiles (afeta a área do tendão de Aquiles, onde se liga ao osso do calcanhar)
  • Bursite anserina (afeta o joelho e causa dor ao subir escadas)
  • Bursite iliopsoas (afeta o quadril e coxa)
  • Bursite isquiática (desenvolve-se como resultado de longos períodos de permanência sentado ou a girar em superfícies duras)
  • Bursite olecraniana (afetam a parte de trás do cotovelo)
  • Bursite pré-patelar (desenvolve-se como resultado de ajoelhar-se em superfícies duras)
  • Bursite retrocalcaneana (afeta a parte de trás do calcanhar)
  • Bursite subacromial (desenvolve-se no ombro, como resultado de movimento repetitivo de sobrecarga)
  • Bursite trocantérica (afeta o quadril e coxa)

Sintomas de bursite

Os sintomas da condição podem incluir:
  • Dor localizada
  • Inchaço
  • Uma sensação de calor na área afetada ou em torno desta
  • Aumento da dor durante a noite
  • A dor piora com o movimento
  • Rigidez
  • Vermelhidão da pele
O ombro, cotovelo, quadril, joelho e calcanhar são os locais mais comuns de inflamação da bursa.

Causas de bursite

As lesões devidas a pressão repetida e uso excessivo são causas comuns de inflamação da bursa. Certas doenças (tais como a artrite reumatoide, gota e diabetes) também podem contribuir para o seu desenvolvimento.


Lesão de esforço

Uma causa comum de inflamação da bursa é o uso excessivo de uma parte específica do corpo, especialmente se essa atividade for realizada sem técnicas apropriadas ou com uma pressão considerável.
Exemplos de atividades relacionadas ao trabalho que podem desencadear bursite incluem a embalagem numa linha de produção ou a digitação. Esportes que podem causar a condição incluem jogging, ténis e squash.
Bursites que não decorrem de lesões incluem:
  • Síndrome do túnel do carpo, uma doença dolorosa da mão que conduz a um aumento da pressão sobre o nervo principal que atravessa o punho
  • Gânglio, um cisto num tendão ou cápsula articular
  • Cotovelo de tenista, uma inflamação dos tendões ao redor da articulação do cotovelo
  • Tenossinovite, uma inflamação dos tendões (o tecido conjuntivo resistente que ancora o músculo ao osso)

Fatores de risco para bursite

Qualquer pessoa pode desenvolver bursite, mas alguns fatores podem aumentar o risco, nomeadamente:
  • Idade. A ocorrência de bursite torna-se mais comum com o envelhecimento.
  • Ocupações ou passatempos. Se o seu trabalho ou hobby exigirem movimentos repetitivos ou pressão sobre determinadas bursas, o risco de desenvolver esta condição aumenta. Exemplos incluem a colocação de alcatifas, ajustes de telhas, jardinagem, pintura e tocar um instrumento musical.
  • Outras condições médicas. Certas doenças e condições sistêmicas (como a artrite reumatoide, gota e diabetes) podem aumentar o risco de desenvolvimento o problema.

Diagnóstico de bursite

Depois de analisar os seus sintomas e atividades recentes, o seu médico irá examiná-lo e pressionar sobre a área dolorosa para determinar se a dor está localizada ao longo de uma bursa. Normalmente, o seu médico será capaz de mover a articulação através da sua amplitude de movimento normal, mas se você tentar mover a articulação, você pode não ser capaz de movê-la totalmente, por causa da dor. O médico também pode pedir um raio-X para verificar se existem outras condições. Se você tiver inflamação da bursa, muitas vezes, os raios-X apresentam resultados normais, apesar de um pequeno depósito de cálcio puder estar presente. Se o médico suspeitar que a gota ou uma infecção estão a causar a sua condição, ele pode recomendar que você seja sujeito a um teste no qual uma amostra de líquido é retirada da bursa para análise. Este é um procedimento menor.

O médico pode fazer várias perguntas, as quais podem incluir:
  • Descrições detalhadas dos seus sintomas
  • Informações sobre os problemas médicos que você já teve
  • Informações sobre os problemas de saúde dos seus pais ou irmãos
  • Todos os medicamentos e suplementos dietéticos que você toma
  • Quando a sua dor começou?
  • Se a condição apareceu de repente ou gradualmente?
  • Que tipo de trabalho você faz?
  • Quais são os seus hobbies ou atividades recreativas?
  • A sua dor ocorre ou piora durante certas atividades, como subir escadas?
  • Você caiu recentemente ou contraiu alguma lesão?
  • Que tratamentos já tentou?
  • Qual foi o efeito desses tratamentos?
No caso de você ter uma bursite, você poderá querer formular algumas perguntas básicas ao seu médico. Estas podem incluir:
  • Qual é a causa mais provável dos meus sintomas?
  • Existem outras causas possíveis?
  • Vou precisar de realizar testes?
  • Que abordagem de tratamento recomenda?
  • Eu tenho outros problemas médicos. Como posso controlá-los melhor?
  • Vou precisar de limitar as minhas atividades?
  • Existem medidas de autocuidado? Posso tentar?
  • Você tem brochuras ou outro material impresso que eu posso levar comigo?

Durante o exame físico, o médico vai pressionar em vários pontos em torno de sua articulação afetada para tentar determinar se uma bolsa específica está a causar a sua dor.


Prevenção de bursite


A melhor maneira de prevenir o tipo mais comum de bursite é evitar movimentos repetitivos de uma articulação, especialmente se você estiver com sobrepeso. Perder peso pode reduzir o risco de desenvolver inflamação da bursa nos joelhos ou calcanhares. Se o estresse repetido de uma bursa não puder ser evitado, uma proteção pode ajudar a prevenir a condição, como por exemplo, equipamentos de proteção no joelho ou cotovelo.

Tratamento de bursite

O tratamento irá depender da causa da inflamação da bursa. O tratamento destina-se a aliviar tanto quanto possível os sintomas, enquanto decorre o processo de cura.

As opções de tratamento podem incluir medicamentos para aliviar a dor, compressas frias, exercícios de mobilização suaves e descanso. Medicamentos anti-inflamatórios ou injeções de corticosteroides podem ser utilizados em casos de dor severa.

Se houver infecção, você irá sentir calor, vermelhidão, dor e inchaço nas áreas afetadas. O tratamento com um antibiótico apropriado também pode ser necessário. Se a bursite for desencadeada por uma forma particular de utilização excessiva, é importante evitar a atividade que a causou.

Postura correta e proteção articular tornam-se úteis, e as cintas ou talas podem diminuir a pressão sobre as áreas e apoiar o bom alinhamento. Depois de um ataque agudo, é importante considerar as formas de prevenir as recidivas.


Também poderá gostar de ler:

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL