segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Tosse seca - Causas e tratamento de tosse seca

Tosse seca constante causas sintomas diagnóstico tratamento
A tosse seca constante que perdura por mais de três semanas pode ser o resultado de uma condição médica subjacente tais como:
  • Asma. Esta é uma doença recorrente que faz com que as suas vias respiratórias fiquem inflamadas e parcialmente bloqueadas.
  • Doenças do coração. Esta é uma das causas mais comuns de problemas de saúde no mundo ocidental. Problemas cardíacos podem levar a insuficiência cardíaca, acumulação de líquido nos pulmões e uma tosse constante e persistente, especialmente durante a noite.
  • Problemas no pulmão. Tosse persistente também pode ser um sinal específico de problemas pulmonares, incluindo o câncer de pulmão.
  • Tosse convulsa. Esta é uma doença bacteriana causada por Bordetella pertussis, caracterizada por tosse seguida de crise ofegante de ar que cria um som característico.
  • Tuberculose. A tuberculose é uma doença bacteriana altamente contagiosa que afeta principalmente os pulmões. Nas fases iniciais, dá origem a uma tosse seca persistente e constante. Tuberculose já esteve quase extinta em todo o mundo, mas os casos têm aumentado recentemente devido a uma combinação de resistência às drogas e baixa resistência imune.

O que é a tosse seca

A tosse seca é um tipo de tosse que não produz qualquer muco ou catarro, sendo também conhecida como tosse não produtiva, o que a distingue de outros tipos de tosse onde muco é produzido.

Este tipo de tosse é mais frequentemente o resultado de infecção por vírus associados a gripes e resfriados, mas também pode ser desencadeada por poluentes atmosféricos (como fumaça de cigarro) que podem irritar a garganta. Na maioria destas situações, esta tosse ocorre porque a parte de trás da garganta fica irritada ou inflamada, mas também pode surgir a partir de um local mais profundo no peito.


Causas

As causas mais comuns são as infecções virais que conhecemos como resfriado comum e gripe. Esta tosse pode ocorrer no início da doença ou na maioria das vezes, a meio ou no final da infecção.

Outras causas de uma tosse deste tipo incluem:
  • Efeito colateral de medicamentos. Alguns medicamentos, especialmente aqueles que são utilizados para a pressão arterial elevada, podem resultar neste tipo de condição.
  • Febre do feno. Esta é uma alergia a grama e pólen, que desencadeia uma inflamação nos olhos e nariz. Por vezes, esta inflamação pode também afectar os tecidos mais profundos no peito, conduzindo à tosse.
  • Condições psicológicas. Isto é, quando a tosse se tornou um hábito, sendo também, por vezes, referida como uma tosse psicogénica. Não existe nenhuma doença física por trás da tosse e muitas vezes a pessoa nem percebe que está a tossir. Uma característica deste tipo de tosse é que ela desaparece quando se está a dormir.
  • Nervos e estresse. Muitas pessoas tossem quando estão numa situação estressante. A respiração torna-se superficial quando você fica ansioso e isto pode desencadear o reflexo da tosse. Algumas pessoas tendem a ser mais ansiosas do que outras, e para elas a tosse nervosa 'natural' pode tornar-se um problema se elas se encontrarem em situações desconfortáveis. Muitas vezes, o problema subjacente terá que ser abordado, a fim de curar a tosse.

Sintomas

A tosse seca ocorre muitas vezes em conjunto com outros sintomas, os quais variam, dependendo da doença subjacente, desordem ou condição. Outros sintomas incluem febre, falta de ar e dor no peito. Sintomas, incluindo sons dos pulmões, podem ser evidentes enquanto você respira, mas outros sintomas como alterações na pressão arterial e nos níveis de oxigênio no sangue só podem ser verificados através do uso de certos instrumentos no consultório do médico ou hospital.
Os sintomas mais comuns que podem ocorrer juntamente com este tipo de tosse incluem:
Tosse seca pode acompanhar outros sintomas menos comuns, incluindo:
Nalguns casos, a condição pode ocorrer com outros sintomas que podem indicar uma doença grave ou que pode motivar risco de vida, pelo que o paciente deve ser avaliado imediatamente num cenário de emergência. Procure assistência médica imediata se você, ou alguém estiver a exibir algum destes sintomas potencialmente fatais:

Tratamento com medicamentos

Se a causa de sua tosse for óbvia, então, tratar o problema subjacente dá-lhe uma melhor chance de alívio.
Por exemplo, a equinácea (uma planta medicinal) pode ajudar os sintomas do resfriado comum (incluindo tosse). A investigação tem mostrado que funciona mantendo a resistência do corpo à infecção pelo fortalecimento do sistema imunológico.
No entanto, por vezes, remédios específicos para a tosse são necessários, de modo a ajudar a aliviar os sintomas associados à condição:

  • Remédios caseiros, tais como mel aliviam o revestimento dos tecidos na parte de trás da garganta.
  • Medicamentos convencionais, tais como supressores da tosse reduzem a atividade do reflexo da tosse. Estes podem ser prescritos pelo seu médico ou podem estar disponíveis sem receita médica.
  • Remédios de ervas, tais como extratos de abeto ou rebentos de pinheiro são ideais para o tratamento da tosse seca.
  • Ervas como o Verbasco e Marshmallow podem tratar o problema que tem origem na garganta ou uma tosse  mais profunda.
Geralmente, este tipo de tosses causadas pelo vírus do resfriado e da gripe desaparecem rapidamente. No entanto, procure aconselhamento médico se:
  • Suspeitar ou souber que a tosse é causada por uma condição médica subjacente
  • Tossir sangue
  • Sentir falta de ar ou pieira
  • Sofrer de asma e experimentar uma tosse seca, especialmente à noite
  • A tosse não melhorar no prazo de 7 dias
  • Estiver a sofrer de uma tosse constante persistente inexplicada (com duração superior a 3 semanas)
  • Sentir-se cansado ou letárgico
  • Experimentar febre
  • Observar perda de peso inexplicada

Como a Echinacea pode ajudar

Echinacea é uma erva tradicional conhecida por ajudar o organismo na sua luta contra os sintomas de gripes e resfriados. Suplementos com echinacea ajudam a aumentar a resistência do organismo à infecção pelo fortalecimento do sistema imunológico, permitindo que o organismo possa combater as gripes e resfriados.



Postar um comentário
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL