domingo, 18 de dezembro de 2016

Tosse - Causas e tratamento de tosse

Tosse causas sintomas tratamento crônica
A tosse é a forma que o corpo tem de se livrar do material ou muco que irrita as vias aéreas superiores. Esta desenvolve-se quando células ao longo das passagens de ar se inflamam e desencadeiam diversos eventos. Quando isto acontece, o ar nos pulmões é forçado a sair sob alta pressão. Uma pessoa pode escolher tossir, conhecido como um processo voluntário, mas o organismo também pode tossir por si só, através de um processo involuntário.

Causas de tosse

A tosse pode ser seca ou com muco, e pode ser classificada como aguda, subaguda ou crônica. Casos agudos estão presentes pelo menos durante três semanas. Casos subagudos resolvem-se entre três a oito semanas. Casos crônicos ou persistentes ficam presentes por mais de oito semanas.

Tosses agudas podem ser divididas em infecciosas e não-infecciosas.
Causas infecciosas de tosses agudas incluem infecções virais das vias respiratórias superiores (resfriado comum), sinusite, bronquite aguda, pneumonia e coqueluche.
As causas não infecciosas incluem condições crônicas, como doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), incluindo bronquite crônica e enfisema, asma e alergias ambientais.

Causas de tosse crônica

Tosse crônica pode ser causada por:
  • Irritantes ambientais
  • Condições dos pulmões
  • Condições nas vias aéreas superiores
  • Condições na cavidade torácica
  • Causas digestivas;
Qualquer substância ambiental que irrite as passagens de ar superiores ou os pulmões, será capaz de produzir tosses crônicas ao longo do tempo. A fumaça do cigarro é a causa mais comum deste tipo de condição. Outros irritantes incluem poeiras, polens, pelos de animais, material particulado, produtos químicos industriais e poluição, fumaça de charuto e cachimbo, e baixa umidade ambiental.

As causas mais comuns de tosses associadas aos pulmões, incluem a asma, e DPOC (enfisema e bronquite crônica). Causas menos comuns incluem o câncero, sarcoidose, doenças do tecido pulmonar e insuficiência cardíaca congestiva crônica com acumulação de fluido nos pulmões.
Infecções crônicas do seio nasal, doenças do ouvido externo, infecções da garganta, e o uso de inibidores de medicamento para a pressão arterial elevada têm sido relacionados com esta patologia.
Doenças noutros locais, dentro da cavidade torácica, também podem causar um tossir crônico. Estas incluem o câncer, crescimento incomum de um nó de linfa e um alargamento anormal da aorta, o principal vaso sanguíneo que sai do coração.
Uma causa muitas vezes negligenciada é a doença do refluxo gastroesofágico. Quando o ácido do estômago viaja até o esôfago, pode causar irritação do esôfago e laringe, resultando numa ação de reflexo que motiva tossir.

Sintomas da tosse

As causas podem ser identificadas por sinais e sintomas, e pelo facto de ser aguda ou crônica.
Casos agudos podem ser motivados por causas infecciosas e não-infecciosas.
Sinais e sintomas que resultam de uma infecção incluem febre, calafrios, dores no corpo, dor de garganta, náusea, vômito, dor de cabeça, sinusite, coriza, suores noturnos e gotejamento pós-nasal. Expectoração ou muco, por vezes indica a presença de uma infecção, mas também é vista em causas não-infecciosas.
Os sinais e sintomas que sugerem uma causa não infecciosa incluem tosses que se desenvolvem quando uma pessoa se expõe a determinados produtos químicos ou irritantes existentes no ambiente, tosses com chiado ou que rotineiramente pioram em determinados locais ou durante certas atividades, ou que melhoram com inaladores para alergia.

Diagnosticar a causa de uma condição crônica envolve juntar outras informações, como a que desencadeia a tosse.
Se a tosse estiver relacionada a um estímulo ambiental, esta geralmente piora quando você fica exposto à substância agressora. A condição pode melhorar ao usar remédio para alergia. Se tiver tosse de fumante, a sua condição pode melhorar se você parar de fumar, mas também pode piorar com o aumento do tabagismo.
Se você tiver uma doença pulmonar crônica, como asma, ou DPOC (enfisema ou bronquite crônica), você pode ter uma condição persistente ou uma situação que piora em determinados locais ou durante certas atividades. Este tipo de situação pode mostrar melhoras com o uso de esteroides inalados ou orais, ou outros medicamentos inalados.
Se a condição for causada por infecções crônicas do seio nasal, corrimento nasal crônico, ou gotejamento pós-crônico, pode piorar quando a condição piora, mas também pode ficar melhor quando o problema subjacente é tratado.
Se a tosse estiver relacionada com medicamentos como inibidores da enzima de conversão da angiotensina (ECA), esta geralmente começa quando você começa a tomar o medicamento. No entanto, também pode ocorrer em qualquer altura durante o uso do medicamento. Este tipo de tosse seca melhora frequentemente quando o medicamento é interrompido.
Uma condição que está relacionada com a DRGE é frequentemente associada a uma sensação de azia, que piora durante o dia ou quando a pessoa se encontra deitada de costas. A maioria das pessoas irá relatar que a sua condição melhora quando DRGE é tratada corretamente.
Se a tosse for um sinal de alerta de um câncer subjacente, você pode ter um determinado conjunto de sintomas. Se você tiver câncer de pulmão ou um câncer das passagens de ar, você pode tossir sangue. Outros sinais e sintomas que podem advertir a possibilidade de um câncer incluem o agravamento da fadiga, perda de apetite, perda de peso inexplicável, ou diminuição da capacidade de engolir alimentos sólidos ou líquidos.


Quando consultar um médico

Em geral, uma pessoa deve procurar aconselhamento médico se sentir algum dos seguintes sintomas:
  • Desenvolvimento de febre ou tosse que produz grandes quantidades de escarro
  • Não consegire obter melhoras depois de outros sintomas desaparecerem ou diminuírem
  • Mudanças no tipo de tosse
  • O tratamento não mostrar sinais de melhoras
  • Você começar a tossir sangue
  • A condição interferir com a vida diária, atividades ou ciclos de sono
Consulte um médico imediatamente se tiver falta de ar ou dificuldade em respirar.
Procure prontamente ajuda médica se:
  • Tiver uma tosse que é causada por uma condição crônica. Discuta com o seu médico quais os sinais e sintomas que podem justificar uma ida ao departamento de emergência.
  • Desenvolver falta de ar ou dor no peito. Você pode ter problemas médicos graves que exijam intervenção urgente.
  • Idosos ou pessoas com sistemas imunitários enfraquecidos, e que desenvolvem tosse e febre devem procurar aconselhamento médico imediato.
  • Tiver doença pulmonar e a condição piorar, não respondendo ao tratamento caseiro.

Diagnóstico de tosse

Em grande parte, o diagnóstico é baseado nas informações que você fornecer. Informações úteis incluem há quanto tempo você tem a tosse, quando ocorre, sinais e sintomas associados, atividades ou locais que fazem a condição piorar ou melhorar, histórico médico e qualquer tratamento em casa que possa ter usado.
Em situações agudas, o seu médico pode ser capaz de fazer um diagnóstico simplesmente através da sua história médica e com a realização de um exame. Geralmente, a radiografia de tórax não ajuda a fazer um diagnóstico. No entanto, os idosos ou pessoas com sistemas imunitários enfraquecidos (como câncer, diabetes ou HIV / AIDS) e pessoas com sons pulmonares anormais podem beneficiar de um raio-X para verificar se existe pneumonia.
Muitas vezes, em situações crônicas, os médicos dependem da sua história e de um exame físico para decidir o que deve ser testado. Algumas pessoas irão ter necessidade de sujeitar-se a uma radiografia de tórax para identificar os problemas. Além disso, outros testes de diagnóstico podem ser recomendados. Algumas pessoas podem necessitar de encaminhamento para um especialista.
É importante que você seja um participante ativo na sua própria saúde, e que discuta com o seu médico a propósito de qualquer teste recomendado, abordando o que pode significar os resultados dos exames.


Tratamento da tosse

Remédios

Se você tiver uma condição aguda e não consultar um médico, você pode tentar remédios que não necessitam de receita médica para aliviar os sintomas. Se suspeitar de resfriado comum ou gripe, estes podem proporcionar alívio até que a infecção se resolva por conta própria. Situações agudas que são causadas por alergias, são frequentemente aliviadas com remédio para alergia, e condições devidas a causas ambientais irão melhorar se você evitar o motivo da irritação que provoca o problema.
Tratamento de uma situação crônica com uma causa conhecida visa tratar a causa subjacente, devendo ser feito em estreita colaboração com um médico ou com um especialista. Apesar de, nem todas as tosses crônicas puderem ser tratadas em casa, muitas pessoas podem encontrar alívio, seguindo de perto as recomendações do seu médico.

Tratamento médico

O tratamento dependerá em grande parte da sua gravidade e da causa subjacente.


Tratamento da tosse aguda

O tratamento de uma condição aguda destina-se a aliviar a condição, bem como tratar a causa subjacente.
Para algumas pessoas, os sintomas podem ser aliviados através de remédios, apesar da evidência para a sua eficácia ser pobre.
Se houver suspeita de uma infecção bacteriana, muitas vezes, o médico prescreverá antibióticos. Pessoas suspeitas de infecção viral não irão beneficiar de antibióticos.

Idosos, pessoas com infecções bacterianas ou virais graves e pessoas com um sistema imunológico debilitado podem exigir cuidados hospitalares para gerenciar o problema subjacente.

Prevenção da tosse

Para evitar este ptoblrma, promova alguns procedimentos, como:
  • Parar de fumar e evitar o fumo passivo, especialmente se tiver asma, doença pulmonar crônica ou alergias ambientais
  • Se você tiver DRGE, a melhor prevenção será modificar a sua dieta, dormir com a cabeceira da cama elevada, e tomar todos os remédios como prescrito.
  • Se você estiver a tomar remédio para uma doença pulmonar crônica, a melhor prevenção é seguir estritamente os tratamentos prescritos do médico


Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL