quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Perda de apetite e falta de apetite

Perda de apetite causas sintomas tratamento
Perda de apetite ou falta de apetite implica que a fome está ausente. Em contraste, uma pessoa com um distúrbio alimentar, como anorexia nervosa ou bulimia nervosa está com fome, mas restringe a ingestão de alimentos ou vomita depois de comer, por causa do excesso de preocupação com o ganho de peso.


Causas da perda de apetite

Um breve período de falta de apetite, geralmente, acompanha quase todas as doenças súbitas (agudas). Geralmente, uma perda de apetite crônica (longa duração) ocorre apenas em pessoas com uma doença grave subjacente, como câncer, doença pulmonar crônica e problemas de coração, rim, ou insuficiência hepática grave. Os distúrbios que afetam a parte do cérebro que regula o apetite podem causar uma perda do apetite. Esta condição é comum entre as pessoas que estão em fase terminal. Alguns medicamentos, tais como a digoxina, a fluoxetina, a quinidina, e a hidralazina, provocam este problema.

Na maioria das vezes, o problema ocorre numa pessoa que tenha uma doença subjacente conhecida. Perda crônica e inexplicável de apetite é assumido pelo médico como sendo um sinal de que algo está errado. Uma avaliação completa dos sintomas da pessoa e um exame físico completo, sugerem muitas vezes uma causa, e podem ajudar o médico a decidir os testes que deverão ser implementados.


Quando consultar um médico

Consulte o seu médico se estiver a perder uma grande quantidade de peso sem esforço.
Procure ainda ajuda médica se a diminuição do apetite ocorrer juntamente com outros sinais de depressão, abuso de drogas ou álcool, ou um distúrbio alimentar.
Para uma diminuição de apetite provocada pela administração de medicamentos, pergunte ao seu médico sobre a possibilidade de alterar a dosagem ou o tipo de medicação. Não pare de tomar medicamentos sem falar primeiro com o seu prestador de cuidados de saúde.


Diagnóstico

O médico irá realizar um exame físico e irá verificar a sua altura e peso.
Depois, o médico poderá formular perguntar sobre a sua dieta e história médica. As perguntas podem incluir:
  • A diminuição do apetite é grave ou leve?
  • Você perdeu algum peso? Quanto?
  • A diminuição do apetite é um sintoma novo?
  • Se assim for, isso começou depois de um evento perturbador, como a morte de um membro da família ou amigo?
  • Que outros sintomas estão presentes?
Os testes podem ser realizados para determinar a causa da condiçãoe. Estes podem incluir exames de imagem, como raios-X ou ultrassom. Exames de sangue e urina também podem ser encomendados.
Em casos de desnutrição grave, os nutrientes são administrados através de uma veia (via intravenosa), o que pode exigir uma internação hospitalar.

Tratamento da perda de apetite

As causas subjacentes à diminuição de apetite deverão ser tratadas na medida do possível. Medidas que podem ajudar a aumentar o desejo de comer incluem o fornecimento de alimentos favoritos, um horário de refeição flexível, e, se a pessoa desejar, uma pequena quantidade de bebida alcoólica servida 30 minutos antes das refeições. Em determinadas situações, os médicos podem usar drogas, como ciproeptadina, corticosteróides de baixa dosagem, megestrol, e dronabinol, para ajudar a estimular o apetite.


Cuidados caseiros

Pessoas com câncer ou uma doença crônica precisam de aumentar a ingestão de proteína e de calorias através de alimentos de alto teor calórico, lanches nutritivos ou várias pequenas refeições durante o dia. Líquidos como bebidas de proteína podem ser úteis.
Os membros da família devem tentar fornecer alimentos favoritos para ajudar a estimular o apetite da pessoa afetada.
Mantenha um registo do que você come e bebe durante 24 horas. Isto é chamado de história dietética.

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL