quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Dor abdominal - Causas e tratamento de dor abdominal

Dor abdominal causas sintomas diagnóstico tratamento
A dor abdominal é uma dor sentida em qualquer local abaixo das costelas até à zona da pélvis, sendo também conhecida como dor de barriga ou dor de estômago. O abdômen inclui muitos órgãos, nomeadamente estômago, fígado, pâncreas, intestino delgado e grosso e órgãos reprodutivos. Existem também grandes vasos sanguíneos no abdômen.
Causas graves de dor no abdômen incluem problemas de apendicite e gravidez. No entanto, a maior parte dos casos de dor são inofensivos e desaparecem sem cirurgia. A maioria das pessoas só precisa de alívio dos seus sintomas. Por vezes, a dor no abdômen pode desaparecer sem que se chegue a conhecer a sua causa, mas também pode acontecer que a causa se torne mais evidente com o tempo.

Sintomas de dores abdominais em adultos

O tipo de dor pode variar muito. Quando a dor no abdômen ocorre, ela pode:
  • Ser aguda, maçante, motivar sensação de esfaqueamento, cãibras e de torção ou muitas outras características
  • Ser breve, aparecer e desaparecer, em ondas, mas pode ser constante
  • Provocar vômito
  • Fazer com que você fique quieto, mas também pode torná-lo tão inquieto que você anda ao redor a tentar encontrar uma 'posição certa'
  • Variar de um problema menor para um problema que necessite de cirurgia de urgência.

Causas de dor abdominal em adultos

Existem muitas razões pelas quais você pode ter dor no seu abdômen. Muitas vezes, as pessoas preocupam-se com apendicite, cálculo biliar, úlceras, infecções e problemas na gravidez. Os médicos também se preocupam com isto, assim como com muitas outras condições. A dor no abdômen pode não vir do abdâmen. Algumas causas surpreendentes incluem ataques cardíacos e pneumonias, condições na pelve ou na virilha, algumas erupções cutâneas e problemas com os músculos do estômago, como uma estirpe. A dor pode ocorrer juntamente com problemas em urinar ou com movimentos intestinais.

Existindo tantos órgãos e estruturas no abdômen, pode tornar-se difícil ter a certeza absoluta da causa do problema. O médico irá fazer diversas perguntas e, em seguida, examiná-lo cuidadosamente. O médico pode pedir a realização de mais ensaios. A causa da sua dor pode claramente mostra que esta condição não se torna muito grave. Noutro cenário, o médico pode ser incapaz de encontrar uma causa, mas a dor fica melhor dentro de horas ou dias. Tudo o que o médico muitas vezes pode fazer é ter a certeza de que a dor não requer cirurgia ou internação hospitalar.

Quando consultar um médico

Procure ajuda médica se a sua dor no abdômen for grave e estiver associada com:
  • Trauma, como um acidente ou lesão
  • Pressão ou dor no peito
Procure atendimento médico urgente se:
  • A dor for tão grave que você não pode ficar parado ou tem necessidade de se enrolar como uma bola para encontrar alívio.
  • A dor for acompanhada por fezes com sangue, náuseas e vômitos persistentes, pele que aparece amarelada, sensibilidade quando você toca no seu abdômen, ou inchaço do abdômen.
Promova uma consulta com o seu médico se a dor motivar-lhe preocupações ou durar mais de alguns dias.
Enquanto isso, encontre formas de aliviar a sua dor. Por exemplo, coma refeições menores, se a dor for acompanhada por indigestão. Evite tomar analgésicos como a aspirina ou ibuprofeno (Advil, Motrin IB, outros), já que estes podem causar irritação do estômago, que pode piorar a dor no abdômen.

Diagnóstico da dor no abdômen em adultos

Se forem necessários exames e ensaios para determinar a causa das dores abdominais, estes podem incluir:
  • Um exame retal para verificar se existe sangue oculto ou outros problemas
  • Se for homem, o médico pode verificar o seu pênis e escroto
  • Se for mulher, o médico pode fazer um exame pélvico para verificar se existem problemas no seu ventre (útero), trompas e ovários, mas também pode promover um teste de gravidez
  • Um exame de sangue para verificar a infecção ou hemorragia
  • Outros exames de sangue que podem verificar enzimas no fígado, pâncreas e coração, de modo a identificar qual o órgão que pode estar envolvido
  • Um teste de urina ou sangue
  • Um ECG para descartar um ataque cardíaco
  • Outros testes, incluindo raios-X, ultra-som ou tomografia computorizada
  • Por vezes, você pode ser encaminhado a outro médico para ajudar a encontrar a causa do problema
  • Endoscopia, que é um exame em que um tubo flexível com uma câmara de luz e de vídeo na ponta, é usada para examinar alguns órgãos internos, sem a necessidade de cirurgia. Diferentes nomes são usados dependendo de qual o órgão que está a ser verificado
Quando obtiver os testes, o médico irá explicar os resultados para você. Alguns resultados podem demorar um certo número de dias para estarem concluídos.

Tratamento para dor no abdômen em adultos

O tratamento depende da causa da sua dor, mas podem incluir:
  • O alívio da dor. A dor pode não desaparecer totalmente com analgésicos, mas deve aliviar.
  • Fluidos. Poderá haver necessidade de recorrer à administração de fluidos numa veia para corrigir a perda de líquidos e descansar o seu intestino.
  • Medicamentos específicos, como por exemplo para parar vômitos.
  • Jejum. O seu médico pode pedir-lhe para não comer ou beber nada até que a causa da sua dor seja conhecida.

Tratamento caseiro


A maioria das dores abdominais desaparece sem tratamento especial. Existem algumas medida que você pode promover para ajudar a aliviar a dor, incluindo:

  • Colocar uma garrafa de água quente ou um saco de trigo aquecido no seu abdômen.
  • Mergulhar-se num banho quente. Tome cuidado para não escaldar-se.
  • Beber bastantes líquidos claros, como a água.
  • Reduzir a ingestão de café, chá e álcool, já que estes podem piorar a dor.
  • Quando você estiver autorizado a comer novamente, comece com líquidos claros, e em seguida avance para alimentos leves, como bolachas, arroz, bananas ou torradas. O seu médico poderá aconselhá-lo a evitar certos alimentos.
  • Descansar bastante.
  • Tentar anti-ácidos, para ajudar a reduzir alguns tipos de dor.
  • Tomar analgésicos leves como paracetamol. Por favor, verifique a embalagem para usar a dose certa. Evite aspirina ou anti-inflamatórios, a não ser que sejam aconselhados pelo seu médico. Estes medicamentos podem piorar alguns tipos de dor abdominal.

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL